Veja como adotar uma dieta saudável com produtos de origem vegetal

Estudos apontam que os regimes alimentares veganos e vegetarianos possuem o melhor índice de valor nutricional dentre as demais opções.

Os produtos da Konjac Massa MF contam apenas com 9 calorias a cada 100 gramas. Reprodução: Konjac Massa MF

Cresce cada vez mais no Brasil o número de adeptos a uma alimentação que prioriza a remoção total ou parcial dos alimentos de origem animal, como forma de zelar pelo não somente pelo meio ambiente, mas também pela saúde. Mesmo que para alguns pareça ser uma mudança muito difícil, sabendo fazer as adaptações de forma correta e mantendo um cardápio saudável e nutritivo, é possível introduzir o novo hábito alimentar de uma forma mais prazerosa e simples.

Dados divulgados pelo Índice de Alimentação Saudável (HEI-2010) apontam que a dieta vegana possui o melhor índice de valor nutricional dentre as analisadas. Já a onívora, que conta com a ingestão de carnes, por outro lado, foi a indicada com o menor valor nutricional. Os estudos mostram que as alimentações pesco-vegetariana – quando peixes e frutos do mar são as únicas proteínas animais consumidas -, vegetariana e especialmente a vegana geram um Índice de Massa Corporal (IMC) abaixo que as onívoras, sendo ideais para o combate da obesidade e aos malefícios causados por ela.

Uma opção para os que buscam dar início ao novo estilo de alimentação é começar de uma forma mais sutil, através da Segunda Sem Carne, por exemplo. Esse movimento consiste em se alimentar apenas de alimentos vegetais ao menos uma vez na semana. A ideia é que, aos poucos, as pessoas aumentem o número de dias até que quando se perceba, tenha virado vegetarianas ou até mesmo veganas. Com uma introdução mais gradativa, fica mais fácil de não desistir.

Ao retirar a carne da alimentação é fundamental investir nas leguminosas – fontes de proteína vegetal. Feijões, grão-de-bico, lentilha, ervilha, além de hortaliças verdes escuras, como brócolis, rúcula, couve e espinafre, estão entre as opções que podem fazer parte do novo cardápio. É muito importante experimentar e incluir de tudo um pouco. Sendo assim, ele também deverá ser preenchido com verduras e legumes, como couve, abóbora cenoura, alface e couve-flor e carboidratos, como cereais ou tubérculos.

Nos dias de hoje, o que não falta são alternativas saudáveis e saborosas para substituir os alimentos originados de animais. Entre elas, os produtos da Konjac Massa MF, marca produtora de massas low-carb e veganas, se destacam. Com apenas três ingredientes: água purificada, fibra de aveia biológica e a farinha biológica do konjac, os produtos da marca contam apenas com 9 calorias a cada 100 gramas, sendo totalmente livres de glúten, sódio, açúcar, lactose e qualquer produto de origem animal. Essa composição os torna indicados, além dos veganos e vegetarianos, para celíacos, atletas profissionais, praticantes de esportes e também pessoas com diabetes e epilepsia.

A Konjac Massa MF conta em seu catálogo com sete diferentes tipos de massa, sendo eles fettuccine, cabelo de anjo, espaguete, penne, noodles, lasanha e arroz, que possuem um sabor neutro e textura “al dente”. Quando adicionado a molhos, verduras, temperos e ervas aromáticas, a massa absorve o sabor desses ingredientes, tornando-se então uma alternativa eficaz na substituição de massas, risotos e até proteínas animais. A empresa estimula o consumo de suas massas como um caminho para a qualidade de vida quando consumidas de forma contínua graças a seus diversos benefícios para a saúde.

Por fim, é muito importante consultar um nutricionista antes de simplesmente mudar a alimentação. Ele poderá auxiliar para que sejam feitas as substituições adequadas, o que evita a deficiência de algum nutriente no organismo e, consequentemente, na contração de alguma enfermidade.

 

#KonjacMassaMF
#HEI2010
#konjac
#penne,
#noodles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*