Cerimônia de encerramento celebra o sucesso da 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

“Debates realizados continuarão tendo repercussão por muito tempo”, afirma Reitor da UFSCar.
Inscreveram-se no evento 6.372 pessoas, mas a estimativa é que cerca de 10 mil pessoas tenham circulado diariamente pelas diferentes atividades.

Inscreveram-se no evento 6.372 pessoas, mas a estimativa é que cerca de 10 mil pessoas tenham circulado diariamente pelas diferentes atividades.

Durante a cerimônia oficial de encerramento da 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), realizada ontem (17/7) no Teatro Florestan Fernandes da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), a tônica foi, de um lado, o sucesso do evento e seus impactos sobre a UFSCar e a cidade de São Carlos e, de outro, a relevância dos debates científicos e políticos que ocorreram durante a semana, que devem continuar tendo desdobramos daqui para a frente.

“Foi um prazer imenso para a UFSCar sediar a Reunião, além de um momento de intensa aprendizagem. As discussões que aconteceram aqui, sobre Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação, continuarão repercutindo ainda por muito tempo, como, por exemplo, no caso do Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, que será agora apreciado pelo Senado”, afirmou o Reitor da UFSCar, Targino de Araújo Filho, que se emocionou ao falar dos impactos do evento também para as novas gerações. “Estou certo de que quem mais ganhou foi a cidade de São Carlos. Recebemos, ao longo da semana, cerca de mil crianças por período nas tendas da SBPC Jovem e da ExpoT&C. Elas vinham para ficar só um período e acabavam ficando o dia todo. Muitas dessas crianças serão cientistas no futuro em função deste seu primeiro contato com a Ciência aqui no campus da nossa Universidade”, avaliou o dirigente.
O Reitor da UFSCar também agradeceu a todos os integrantes da comunidade universitária que trabalharam para o sucesso do evento, destacando o trabalho dos estudantes que atuaram como monitores. “Foram mais de 800 pessoas, entre servidores da Universidade e da Fundação de Apoio Institucional e estudantes, que se mostraram o tempo todo extremamente alegres e cooperativos, prontos para acolher todos os participantes da Reunião. Meu muito obrigado a cada um de vocês”, registrou Araújo Filho. O Vice-Reitor da UFSCar e coordenador da Comissão Executiva Local do evento, Adilson de Oliveira, reforçou esses agradecimentos, atribuindo o grande sucesso e os elogios à organização da Reunião Anual à possibilidade de poder “contar com as pessoas que realmente amam a UFSCar”.
 
Já a Presidente da SBPC, Helena Nader, além dos agradecimentos, destacou não apenas a quantidade de pessoas que participaram dos debates realizados, mas especialmente a qualidade desses debates. “E eu não estou falando apenas dos conferencistas e apresentadores, mas também do público, dos pesquisadores, dos estudantes, da qualidade e pertinência das questões que foram colocadas”, avaliou.
Durante o evento, as coordenadoras da SBPC Inovação, SBPC Jovem e SBPC Indígena também apresentaram o balanço dos eventos. Ana Lúcia Vitale Torkomian, Diretora da Agência de Inovação da UFSCar, destacou não apenas a relevância do evento, mas também o seu ineditismo. “Nunca antes aqueles que acreditam na inovação como fundamental ao processo de desenvolvimento social e econômico brasileiro tiveram oportunidade como esta de discutir temas tão importantes e sensíveis com todos os atores envolvidos, das universidades, empresas e do Governo. Tinha de ser na Reunião Anual da SBPC, tinha de ser em São Carlos, tinha de ser na UFSCar. Em resumo, tinha de ser aqui e tinha de ser agora”, declarou a coordenadora da SBPC Inovação.
 
Já a coordenadora da SBPC Indígena, Clarice Cohn, enviou relato para ser lido durante a cerimônia, em que destacou o espaço de debate e diálogo entre indígenas e não indígenas criado durante o evento e a possibilidade de abordagem e reconhecimento das especificidades dos povos indígenas, de seus conhecimentos e cultura. Cohn também destacou a elaboração de documento elaborado durante o evento, que foi entregue à Assembleia Geral da SBPC, realizada na quinta-feira, do qual constam, dentre outras reivindicações, a de continuidade da realização da SBPC Indígena – com a qual a Presidente da SBPC, Helena Nader, já se comprometeu – e a de presença dos pesquisadores e conhecedores indígenas nos espaços de formulação das políticas públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação. A coordenadora da SBPC Jovem, Karina Lupetti, destacou o grande número de pessoas que participaram das atividades diariamente. “Foram mais de cinco mil pessoas por dia, e não apenas crianças e jovens, mas também adultos encantados com a Ciência e a Tecnologia”, registrou.

Balanço

Durante a cerimônia, foram apresentados os primeiros números que ilustram os resultados da Reunião Anual. Inscreveram-se no evento 6.372 pessoas, mas a estimativa é que cerca de 10 mil pessoas tenham circulado diariamente pelas diferentes atividades. Foram registradas inscrições de todos os Estados brasileiros, sendo que 2.647 inscrições foram do Estado de São Paulo. Inscreveram-se pessoas de 649 municípios brasileiros, representando 12% dos municípios existentes, e o maior número de inscrições foi da cidade de São Carlos, com 1.432 inscrições.
A programação da 67ª Reunião Anual da SBPC continua ao longo de todo o dia de hoje, com o Dia da Família na Ciência. Todas as atividades são gratuitas e podem ser acompanhadas em www.sbpc.ufscar.br e no Facebook da SBPC São Carlos (https://www.facebook.com/sbpcsaocarlos).

Comments are closed.