Campus Party Brasil 2015 vai “Da Terra à Lua”

Paul Zaloom

Evento acontece de 3 a 8 de fevereiro, com temática especial e grandes nomes da tecnologia e do mundo geek, como Paul Zaloom, de O Mundo de Beakman.

O maior evento de internet do mundo já tem data, lugar e grandes nomes confirmados. A Campus Party Brasil, que na sua oitava edição terá o tema “Da Terra à Lua” – em homenagem aos 150 anos de publicação do livro de Julio Verne assim intitulado – acontece na São Paulo Expo (Imigrantes), entre 3 e 8 de fevereiro de 2015.

Com as atividades divididas em duas grandes áreas, Open Campus e Arena, o evento mantém a dinâmica de reunir o público em torno de palcos, oficinas e workshops. Nos 10 palcos (Terra, Júpiter, Vênus, Marte, Netuno, Mercúrio, Urano, Saturno, Sol e Lua) a programação será intensa, da manhã à noite, com uma agenda que tem início às 10h30 e segue até às 23h. Entre os nomes que ocuparão o Palco Terra, onde se concentrarão os destaques, o artista e cineasta Paul Zaloon (de “O Mundo de Beakman”), o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, a pesquisadora de Internet e Sociedade no Berkman Center, Camille François, o professor emérito de Stanford que revolucionou a banda larga, John Cioff, o “Zuckerberg italiano”, Matteo Achilli, e o pesquisador da NASA e CEO da empresa Exploration Solution, Matthew Reyes, entre outros (leia mais sobre os destaques nas biografias).

Nos outros palcos, os participantes se dividem por temas: empreendedorismo, desenvolvimento, redes sociais, criatividade, segurança e redes, jogos e simulação, software livre, movimento maker e ciência. Como em 2014, haverá ainda um palco menor, o Cross Space, espaço multidisciplinar onde as discussões não estão pautadas apenas por um tema. No total, são mais de 600 horas de conteúdo em todos os espaços abertos aos debates e formação do público. Grande parte dessa programação, mais uma vez, será trasmitida online, por meio do canal “campuse.ro”.

“Depois de oito anos de sucesso no Brasil, estamos renovando a experiência dos campuseiros no evento com um novo local, uma temática inédita que estará presente no conteúdo e na cenografia. Além disso, pela primeira vez na história do evento, teremos atividades especiais: workshops para que os campuseiros construam seus próprios drones ou robôs, por exemplo. Teremos uma edição incrível!”, afirma o fundador e CEO da Campus Party, Paco Ragageles.

Programas de empreendedorismo e universidades

O programa Startup 360 será uma novidade da Campus Party 2015. O empreendedorismo volta com mais força para o evento, com o programa Startup & Makers Camp renovado e com o empreendedorismo digital como conteúdo transversal, aplicado em todas as zonas temáticas – inovação, criatividade, entretenimento e ciência. O grande objetivo é que os campuseiros se convertam em empreendedores, e a Campus busca contribuir para que isso se torne realidade.

O Startup & Makers Camp tem como proposta levar os participantes a entenderem todos os passos imprescindíveis para alavancar um empreendimento em sua área de atuação. Em 2014 foi um grande sucesso e na CPBR8 estará em uma área híbrida do evento, onde tanto os campuseiros da Arena quanto o público que circula na aberta Open Campus poderão acessá-lo e interagir com os representantes das startups que apresentarão suas ideias e projetos. Serão 200 startups selecionadas. As já consolidadas apresentam seus projetos nos dois primeiros dias de evento. Já as iniciantes, nos dois últimos dias. Com este formato, o evento promove mais tempo livre para network e consumo de conteúdo pelos empreendedores. As inscrições para o programa se iniciam nesta quinta-feira (13), pelo site da Campus Party Brasil.

Para as universidades, cujo público está sempre tão presente na Campus Party, também foi desenvolvido um programa especial para 2015. Instituições de diferentes regiões do país estão sendo convidadas a enviar seus dez melhores alunos, que terão um espaço para apresentar projetos, na área Campus Future.

Desafios, hackathons e Maratonas de Negócios

A Campus Party é conhecida pelo seu mar de barracas azuis, mas também pelo sucesso dos desafios, hackathons e maratonas de negócios que promove a cada edição. Em 2015 não será diferente. As maratonas de negócio têm como missão ajudar os campuseiros a desenvolverem suas ideias e projetos, inspirando-os e capacitando-os. Na CPBR8 os desafios continuarão sendo temáticos: empreendimentos sociais, cultura digital (conteúdos e novos meios), educação, e-commerce e makers.

Serão 125 equipes selecionadas por meio da plataforma campuse.ro. Durante cinco dias receberão mentorias de empreendedores, empresas e especialistas. Uma premiação está prevista para o final do evento. Além disso os projetos mais bem avaliados continuam em contato com a Campus através do programa de aceleraçao e mentoria durante três meses.

A grande novidade nessa área para a CPBR8 serão os workshops com materiais, em formato inédito: os campuseiros terão a possibilidade de criar coisas para construírem seus robôs, telescópios, drones, impressoras 3D e levarem o resultado para suas casas.

Deixe um comentário

*