Banda norte-americana ” Fracktura” lançou primeiro videoclipe de expressionist rock e teve assinatura do cineasta brasileiro Diogo Oliveira

Primeiro videoclipe da banda norte-americana de expressionist rock leva assinatura do roteirista e cineasta brasileiro Diogo Oliveira.

O Armazém da Utopia, no Cais do Porto (RJ), foi o local escolhido para a gravação de “Gold Spectrum”, primeiro videoclipe da banda norte-americana Fracktura. Integrante do EP “Oculus”, que coleciona excelentes críticas de grandes veículos internacionais do segmento, o clipe foi realizado numa linguagem que busca tirar o espectador da zona de conforto para embarcar numa experiência imagética sensorial. Assim como as demais da banda,a canção possui letra de Diogo Oliveira, que também assina a direção do vídeo – o primeiro neste estilo realizado pelo brasileiro e também pela produtora Engenhoca Filmes.

“Não faço distinção entre os formatos audiovisuais, acho que reduz a criatividade observá-los deste modo. Minhas referências para este trabalho vêm de vários lados, e ainda me debrucei em estudar as máscaras teatrais – mais especificamente das Larvárias, que me encantaram de imediato. Elas expressam através de traços simples sentimentos complexos como medo, apatia e narcisismo. Servem de trampolim para o imaginário de quem as vê”, reflete Diogo que, para lançar mão de uma proposta artística inovadora, realizou o clipe todo em slowmotion, com um trabalho expressivo de fotografia, cenário e figurino, além da interpretação de atores com o uso de máscaras.

As relações estabelecidas entre os seres humanos é o debate do clipe, que nos apresenta ‘verdades’ que nos são vendidas como se fossem nossas e leiloadas através do medo. “O realismo mágico está presente na construção de novos olhares e significações para a realidade que nos cerca. Mas no clipe o véu cai, as falsas promessas evaporam e as mentiras são reveladas, dando lugar a uma dura realidade, que começa a macular a fantasia”, sublinha o diretor, que se prepara para filmar ainda em 2019 a adaptação de “O coração do menino e o menino do coração”, de Mia Couto.

Surgida em 2016 na cidade de Cincinnati (Ohio, EUA), a banda de sonoridade única e inovadora foi rotulada pela mídia norte-americana como Expressionist Rock, uma alusão às influências de compositores clássicos expressionistas junto a traços marcantes de rock progressivo e jazz moderno norte-americano encontrados em suas composições. “A Fracktura é o resultado artístico de três vidas intensas e suas consequências, a partir do momento em que se cruzaram no caminho”, explica Machado III, músico brasileiro radicado nos Estados Unidos. Responsável pelas guitarras e baixos, ele é também o líder da banda, que é formada ainda porK. Tucker (vozes) eHenry C. (piano e sintetizadores).

#Fracktura #expressionistrock #ArmazemdaUtopia #GoldSpectrum $EngenhocaFilmes

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*