Amcham e OIM apoiam empresas paranaenses na contratação de migrantes

 

No fluxo migratório mundial, se destaca a migração venezuelana.

Existem atualmente 281 milhões de migrantes internacionais no mundo, sendo 48% mulheres e 74% em idade economicamente ativa. Desses, cerca de 1,3 milhão estão no Brasil, segundo dados da Polícia Federal. No fluxo migratório mundial, se destaca a migração venezuelana, são 4,3 milhões de refugiados e migrantes venezuelanos na América Latina e Caribe, segundo dados da R4V – Plataforma Regional de Coordenação Interagencial, co-liderada pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), Agência das Nações Unidas para as Migrações, que se dedica a promover uma migração segura, ordenada e digna, beneficiando migrantes e sociedades de acolhida.

Mas quem são os migrantes? Sem definição no Direito Internacional, o termo se refere à pessoa que se afasta de seu local de residência habitual, seja dentro de um país ou através de uma fronteira internacional, por vários motivos. Em uma roda de conversa promovida pela Amcham Curitiba (Câmara Americana de Comércio), Michele Barron, representante da OIM, explicou a importância de dar oportunidade a essas pessoas, para mais de 30 empresários locais. “Eles deixam os seus lares, suas famílias, seus países em busca de uma vida melhor, atrás de dignidade, e a principal forma de dignidade é o trabalho. As empresas que incluem migrantes em situação de vulnerabilidade em suas equipes se beneficiam da motivação e da inovação que essas pessoas trazem, além da valorização da marca”.

Tanto os refugiados e migrantes quanto as empresas que têm interesse em contratá-los podem contar com o apoio da OIM. Por meio do Projeto Oportunidades, uma iniciativa da OIM financiada pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) com o objetivo de promover a integração econômica de migrantes em situação de vulnerabilidade oriundos da Venezuela e de países vizinhos ao Brasil, a organização oferece cursos de capacitação, de português, apoio para o empreendedorismo aos recém-chegados ao país. Para o setor empresarial, a OIM promove treinamentos de contratação e integração, elabora guias de orientação, dá acesso a bancos de profissionais migrantes, entre outras medidas de apoio.

“Nosso objetivo é mostrar as possibilidades de ação que as empresas podem ter em relação à integração e inserção de migrantes no setor privado paranaense e catarinense”, explica Isabella Slompo, coordenadora regional da Amcham.

Mais informações no site https://brazil.iom.int/ e pelo e-mail [email protected]

#OIM
#AmchamCuritiba
#USAID

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*