Sete pontos turísticos para conhecer Ilhéus, palco da novela Renascer

Entre história, cultura, praias e modernidade, a cidade é a capital do turismo do sul da Bahia.

A novela das nove da Rede Globo, Renascer, tem como um dos seus personagens principais o próprio local onde a trama acontece: Ilhéus, na Bahia. A cidade praiana é uma das mais antigas do país – fundada em 1536 – e também uma das mais belas e tradicionais de todo o litoral brasileiro.

A cidade não foi escolhida para ser palco do remake da novela de Benedito Ruy Barbosa à toa. Além de paisagens deslumbrantes, entre praia e Mata Atlântica preservada, Ilhéus possui uma rica história que passa pelo ciclo do cacau, imigração e literatura. Veja sete pontos essenciais de Ilhéus para conhecer o passado, presente, a história e cultura da região.

Casa de Cultura Jorge Amado

Erguida no final dos anos 1920 em estilo neoclássico pelo pai do escritor, hoje é um museu que oferece uma visão abrangente da vida de Jorge Amado, desde sua infância até sua consagração como renomado autor brasileiro. O espaço conta com exposições que incluem itens pessoais e históricos, em uma estrutura preservada com piso de jacarandá e azulejos ingleses da época.

Bataclan 

Hoje bar, café, restaurante e casa de espetáculos, o Bataclan foi inaugurado na década de 1920 como cabaré e cassino, sendo frequentado e mantido pelos coronéis de cacau da região. Sua localização, mantida até hoje, foi estrategicamente pensada para ficar próximo ao antigo porto e da antiga feira da cidade, por onde transitavam marinheiros, comerciantes e todo tipo de gente. Durante seu apogeu, entre 1926 e 1938, o Bataclan foi um ponto de encontro para coronéis do cacau, jagunços, marinheiros, boêmios e intelectuais. Fechado nos anos 1950, o edifício foi revitalizado em 1987, e hoje é um local visitado por turistas interessados na história retratada nas obras de Jorge Amado.

Catedral de São Sebastião

Considerada uma das mais belas igrejas do estado, teve sua construção iniciada em 1931 – mas só foi inaugurada em 1967. Seu exterior majestoso contrasta com o interior, discreto e singelo. A catedral possui 48 metros de altura e é o coração do Centro Histórico de Ilhéus.
Bar Vesúvio

Fundado por imigrantes italianos em 1919, é um dos estabelecimentos mais antigos da cidade. Imortalizado na obra de Jorge Amado, “Gabriela, Cravo e Canela”, o bar é conhecido por sua estética do século XX e por ser o local onde o personagem Nacib se apaixonou por Gabriela. Tombado como patrimônio histórico, o Vesúvio se mantém um ponto de referência cultural em Ilhéus. A estátua de Jorge Amado em frente ao estabelecimento, com a frase “Baiano é um estado de espírito”, destaca a importância do bar na história da cidade.

Cana Brava Resort

Além dos pontos históricos, locais como o Cana Brava Resort investiram pesado, para conciliar a rica natureza e história da cidade com uma experiência moderna que atraísse turistas de todos os gostos. Oferecendo luxos como alimentação all inclusive, com restaurantes típicos, modernos, e bares espalhados pela propriedadee situado em um contexto de beleza natural, onde se cruzam cultura, história e modernidade, o resort é símbolo da Ilhéus moderna e versátil.

Praias do sul de Ilhéus

Ilhéus tem seu centro histórico à beira-mar, mas as mais belas e paradisíacas praias da cidade ficam alguns quilômetros ao sul da cidade. A praia de Batuba é conhecida por suas ondas ideais para a prática de surf e pela calma que reina na areia, a de Canabrava, com sua extensa faixa de areia dourada e águas calmas, é perfeita para quem busca tranquilidade e contato com a natureza. Já a de Acuípe encanta com suas piscinas naturais formadas durante a maré baixa, propícias para relaxar e apreciar a beleza do local.

Fazenda Capela Velha

Localizada na famosa “Estrada do Chocolate”, entre as cidades de Ilhéus e Uruçuca, a Fazenda Capela Velha foi fundada no século XIX e acompanhou todos os ciclos da Capital Brasileira do Cacau. Abandonada por anos, foi revitalizada em 2011 e hoje é a fazenda que tem o mais moderno processo de produção de chocolate da região. Atualmente, os visitantes têm a oportunidade única de vivenciar a colheita do cacau, testemunhar sua transformação em chocolate e desfrutar de um almoço típico rodeado pela história e exuberante natureza da região, que nos últimos anos vem reinventando sua tradição cacaueira, combinando a recuperação da produção com o turismo.

Como chegar

Ilhéus conta com o Aeroporto Jorge Amado, que fica a menos de 4 km do centro da cidade e recebe voos diretos das cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Salvador.

#TurismoIlhéus #TurismoBahia #Ilhéus #Bahia #NovelaRenascer #Novela #Renascer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*