O que é preciso para trabalhar em uma startup?

As startups continuam a todo o vapor e em busca de profissionais capazes de acompanhar o crescimento do setor

O número de startups no Brasil não para de crescer. Apesar de a economia ainda não ter retomado todo o seu fôlego, essas empresas continuam a todo o vapor e em busca de profissionais capazes de acompanhar o crescimento do setor. Mas que competências e habilidades é preciso ter para trabalhar em uma startup?

“Criatividade, agilidade, autogestão e espírito inovador são essenciais para criar uma equipe em sinergia nessas empresas. Ter uma conexão verdadeira com os propósitos do negócio também é fundamental”, afirma David Braga, CEO da Prime Talent – empresa de busca e seleção de executivos de média e alta gestão, que atua em todos os setores da economia na América Latina, com escritórios em São Paulo e Belo Horizonte.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), Minas Gerais é o segundo estado no ranking nacional com maior número de startups no Brasil: 1.093 de um total de 13 mil mapeadas em todo o país. Belo Horizonte concentra 604 empreendimentos do tipo.

Pesquisa divulgada pelo LinkedIn no início de setembro aponta que as fintechs, empresas que oferecem inovações na área de serviços financeiros, são as startups mais desejadas para se trabalhar no Brasil em 2019.

Segundo o CEO da Prime Talent, horários mais flexíveis, autonomia e a possibilidade de ascensão profissional mais rápida também têm levado funcionários de empresas tradicionais a migrarem para startups.

Apesar de toda essa atratividade, quem deseja entrar nessas empresas, sobretudo as mais novas, deve estar ciente de que são negócios de risco, instáveis, o que exige capacidade de adaptação constante. “Ter uma boa inteligência emocional é crucial para sobreviver aos altos e baixos desses empreendimentos”, ressalta David Braga.

#PrimeTalent #Abstartups #fintechs #startups

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*