Mais de 713 mil viajantes nos aeroportos durante o Feriado de 12 de outubro

Os aeroportos de Brasília e o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, serão um dos mais movimentados no período.

A expectativa é de que este feriado tenha maior movimentação do que o de 7 de setembro.

Mais de 713 mil pessoas devem passar pelos principais aeroportos do país entre sexta-feira (09.10) e segunda-feira (12.10), feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida. O número é de um levantamento realizado pelo Ministério do Turismo junto às administradoras dos terminais aeroportuários brasileiros. Os Aeroportos Internacionais de Brasília e o Santos Dumont (RJ) serão um dos mais movimentados do país, recebendo cerca de 129 mil e 75 mil passageiros durante esses dias, respectivamente. O de Guarulhos espera um movimento 20% maior do que o registrado normalmente.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a expectativa é de que este feriado tenha maior movimentação do que o de 7 de setembro e que seja mais um bom passo para a retomada do setor. “Estes números crescentes mostram a intenção dos brasileiros de desbravar os destinos nacionais e a confiança nos protocolos de segurança sanitária propostos pelo MTur, retornando às atividades turísticas com responsabilidade e com todos os cuidados sanitários para a prevenção da covid”, disse.

Entre os principais destinos buscados, a capital paulista está entre os preferidos dos viajantes, além do Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE) e Fortaleza (CE). Recentemente, uma pesquisa realizada pelo aplicativo de trânsito e navegação colaborativa Waze apontou que a São Paulo (SP), a capital fluminense e a do Ceará, figuraram entre as cidades com maior fluxo de navegação de passageiros. Além disso, o estudo apontou, também, a preferência dos brasileiros pelos destinos próximos de casa.

Em maio, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a de Aviação Civil (ANAC) implementaram medidas às empresas aéreas e aeroportos. Além do permanente uso de máscaras por passageiros e funcionários, do distanciamento de dois metros entre pessoas e da higienização de terminais e aeronaves, são indicadas a utilização de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) por trabalhadores, conforme a situação; o incentivo a campanhas de comunicação e a divulgação de avisos sonoros, entre outras ações.

SELO TURISMO RESPONSÁVEL – Lançado em junho, o selo “Turismo Responsável – Limpo e Seguro”, disponibilizado pelo Ministério do Turismo, busca auxiliar a retomada de atividades do setor seguindo requisitos de biossegurança. (Acesse aqui) O órgão publicou protocolos sanitários recomendados a 15 segmentos que integram o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações a visitantes. Atualmente, o certificado já foi emitido por mais de 22,7 mil estabelecimentos turísticos do país.

#inisteriodoTurismo #Anvisa #ANAC #Cadastur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*