Franquias de saúde e beleza se reinventam e mesmo na pandemia mantêm bom desempenho

Além de preservarem seu faturamento, algumas redes também registraram crescimento e abertura de novas unidades.

O mercado de franquias agiu rápido para enfrentar os reflexos da pandemia de Covid-19. Criou ou expandiu o e-commerce, digitalizou processos e até produtos e serviços, criou promoções, intensificou o suporte ao franqueado e manteve o relacionamento com os consumidores por meio de canais digitais. Desta forma, o setor vem em uma trajetória de recuperação, aproximando-se dos níveis pré-pandemia, como apontou o balanço de julho da ABF – Associação Brasileira de Franchising. Um dos segmentos que puxam esta recuperação é o de Saúde, Beleza e Bem-Estar, que em julho apresentou, em relação a igual mês de 2019, uma redução no faturamento de apenas 2%. Além das medidas de reativação da economia e do relaxamento do isolamento social, contribuíram para a recuperação das franquias de Saúde e Beleza o desejo de bem-estar mesmo em um contexto tão delicado, o aproveitamento do distanciamento para a realização de procedimentos estéticos mais invasivos e o redirecionamento de recursos que seriam utilizados para outros fins, como viagens e outras atividades sociais.

“As franquias de Saúde e Beleza demonstraram grande resiliência e agilidade. O conhecido ‘efeito batom’ demorou um pouco mais a aparecer, mas se fez presente. De qualquer forma, apenas ele não explica o desempenho dessas franquias. Sim, o consumo de substituição e de gratificação foram importantes, mas as franquias deste segmento também fizeram sua parte. Se digitalizaram, criaram produtos e pacotes e, acima de tudo, mantiveram o relacionamento com franqueados e os consumidores. É importante destacar também o crescimento de serviços essenciais por meio do franchising, como odontologia, oftalmologia, clínica geral e cuidados com idosos que tiveram mais uma vez seu valor e potenciais reconhecidos mesmo com o mercado passando por tantas transformações”, afirma Thais Ramos, coordenadora do Comitê de Saúde e Beleza da ABF.

O levantamento realizado pela ABF com 18 redes aponta que as adaptações e inovações foram fundamentais para a manutenção do desempenho do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar. Por exemplo, as redes Sóbrancelhas e Maislaser criaram plataformas de e-commerce, reforçando suas vendas. Já as marcas Budha Spa, Sorridents, Odontoclinic criaram plataformas de serviços ou teleatendimento (para avaliação prévia). As redes Onodera, Maislaser, Budha Spa e Mercadão dos Óculos lançaram linhas de produtos/pacotes e ferramentas digitais. Algumas franquias passaram a fazer entregas ou atuar no modelo take away, como a Hinode, e desenvolveram pacotes pré-pagos ou parcelados, como é o caso da Onodera e da Royal Face.

Esse potencial não passou desapercebido pelos investidores, tanto que as redes Água de Cheiro, Mais Top Estética e Royal Face apresentaram crescimentos expressivos em número de unidades. A pandemia viu surgir ainda dois novos negócios em saúde: rede de espaços compartilhados para profissionais da saúde, a Buratto Consultórios, e uma rede de oftalmologia de alta performance, a Olhar Certo. Merece menção ainda a resiliência de serviços essenciais de ortodontia, medicina e assistência a idosos que mantiveram a demanda, mesmo frente às flutuações do mercado. Suportando tudo isso, as redes intensificaram o apoio aos franqueados com metodologias ágeis, treinamento e consultoria realizadas à distância, que mantiveram o negócio ativo e as equipes motivadas.

Confira abaixo as histórias de algumas redes que promoveram mudanças e inovaram durante a pandemia e conseguiram preservar ou até expandir suas operações.

Acesso Saúde

A rede Acesso Saúde – sistema nacional de atendimento médico e odontológico sem mensalidade para a população que não possui um plano de saúde, manteve 90% das franquias abertas durante o período de pandemia, seguindo as recomendações da OMS para atendimento ao público, bem como as medidas de segurança exigidas de cada estado em que está presente. As unidades que estiveram fechadas (apenas no mês de março) já retomaram suas atividades. Pensando em condição especial para facilitar novos investimentos, a rede criou o programa exclusivo de apoio financeiro ao franqueado durante o primeiro ano da unidade. Ao aderir à franquia Acesso Saúde entre os meses de junho a novembro, o novo franqueado recebe 2 meses de isenção de royalties + 10 meses com 50% de desconto. A rede também oferece parcelamento de até 3 a 6x na taxa de franquia. Desde o lançamento do programa foi realizada a venda de 3 unidades. Atualmente, a rede está com 30 unidades em funcionamento e pretende fechar o ano com 6 novas unidades. Para os pacientes da clínica, a Acesso Saúde criou a campanha #xôcorona, que consiste em desenvolver oportunidades de negócios neste cenário e também engajar e motivar as equipes a trabalharem com segurança.

Água de Cheiro

Desde o início do ano, a Água de Cheiro trabalhou com estratégias que auxiliaram a driblar a instabilidade econômica e, inclusive, continuar crescendo. A previsão era de inaugurar 40 novas operações ainda este ano e, até o momento, 32 novas unidades já foram implantadas em todo o país, o que aponta o sucesso da rede em seu plano de franca expansão. Quando comparada a 2019, a marca já cresceu cerca de 17%, alcançando o marco de 140 operações rodando nacionalmente. Segundo Olindo Caverzan Júnior, diretor da Água de Cheiro, isso se deu graças às minuciosas estratégias de expansão da rede e uma possível mudança no comportamento do consumidor brasileiro. “A pandemia nos mostrou que apesar do mercado de beleza não ser considerado como essencial, mesmo em meio à crise, as pessoas continuaram interessadas e consumindo produtos do segmento, o que gerou maior interesse nos empresários que buscavam por empreendimentos seguros e, consequentemente, encontraram na Água de Cheiro o negócio perfeito para apostar suas fichas”, pontua. Ainda de acordo com o diretor, foi necessário estar mais próximo de potenciais empresários, alimentando-os com informações que comprovassem as chances de retorno do empreendimento, além de investir em campanhas de incentivo mais agressivas.

Budha Spa

Em 2020, com a pandemia causada pelo novo coronavírus, o Buddha Spa, a maior rede de spas urbanos do país, se viu obrigada a fechar suas 38 unidades por alguns meses. Com isso, teve que adaptar sua estratégia de negócio. Além de criar uma série de promoções, que permitiam o uso dos serviços ao término do isolamento social, a marca antecipou o lançamento de sua linha Home e da plataforma Home Wellness. A linha Home permite ao consumidor ter a experiência do despertar dos sentidos em casa, com óleos essenciais, difusores de ambiente e sabonete líquido desenvolvidos exclusivamente para o Buddha Spa após um estudo aprofundado que chegou a uma combinação única de matérias-primas e aromas. Já a plataforma Home Wellness leva ao consumidor, onde ele estiver, cursos online sobre bem-estar. Atualmente há dois programas disponíveis: Saúde do Sono e Antiestresse. Hoje, alguns meses após o lançamento da linha Home, 8% do faturamento do Buddha Spa já vem desses produtos, e a meta é chegar a 20% até o fim do ano. O Buddha Spa manteve seu ritmo de expansão. Em 2019, eram 34 unidades em operação. Em 2020, são 38 em outubro e a estimativa é encerrar o ano com 40.

Buratto Consultórios

Rede de espaços compartilhados para profissionais da saúde, a franquia acelerou seu processo de formatação, finalizado em junho, após perceber uma procura muito grande pelo serviço, já que o segmento não parou e ele é um dos poucos que não pode ser operado home-office. O resultado dessa procura foi refletida na abertura de duas unidades (Julho/Santo Andre e Outubro/São Paulo). O grande diferencial para esses resultados foram promoções para incentivar futuros franqueados (negociação direta com a franqueadora onde o parcelamento da taxa de franquia, de R﹩ 39 mil, é facilitado ou parcelamento do valor total do investimento ou até um valor superior para capital de giro), dependendo da garantia ofertada, através da parceria com a Creditas. Outra vantagem foi oferecer para os médicos um sistema completo para agendamento e consultas via telemedicina, além do negócio minimizar gastos, pois o profissional precisa apenas de seus equipamentos para iniciar e alugar por hora.

GiOlaser

A retomada das atividades está impulsionando a procura por tratamentos de beleza. Segundo o diretor de expansão da holding, Rafael Vasconcelos, as pessoas estão voltando às atividades e preocupadas em recuperar a autoestima deixada de lado durante a pandemia. “Essa proibição repentina no acesso aos serviços de beleza atiçou nas pessoas o desejo de se cuidar. Com a reabertura das unidades após a pandemia, a procura pelos serviços de beleza dobrou e ainda temos a proximidade com o verão que, naturalmente, aquece esse mercado”, pondera o diretor. Além disso, a rede traz a marca da atriz global Giovanna Antonelli, que é sócia e participa ativamente de todas as estratégias do negócio. “Uma atriz conceituada como a Giovanna Antonelli não vincularia o seu nome a uma clínica que não tivesse alto nível de excelência e potencial de crescimento”, reforça Vasconcellos.

Grupo Hinode

Durante a pandemia, o Grupo Hinode, através das suas franquias, inovou com o modelo de entrega, inserindo novas opções com take away e delivery em suas 400 franquias, agilizando a retirada de produtos para seus consultores, que gerou um acréscimo de 15% no fluxo. Realizou promoções para os consultores e ainda implantou novos formatos de pagamento que colaboraram para o desempenho positivo das franquias, sendo que o conjunto de todas as ações gerou um recorde de produção pelo aumento das vendas: nos meses de abril a setembro o Grupo registrou um crescimento de 132%.

Home Angels

A Home Angels, maior rede de franquia de cuidadores de idosos da América Latina, superou o período de crise graças à grande quantidade de pessoas que entenderam a real necessidade de contratar um cuidador para supervisionar seus parentes de idade, sem precisar se distanciar deles. Nesse período, a Home Angels vendeu mais de 6 franquias, um crescimento de 25% só no período pandêmico – além de muitos novos contratos de serviço fechados. Um exemplo disso é a unidade de São José dos Campos que conquistou mais de 10 contratos no auge da pandemia.

Maislaser

Em agosto, a Maislaser entrou para o e-commerce. Com a nova plataforma, a franquia projeta um aumento gradual de 20% de faturamento em todas as unidades e, em um ano, faturar R﹩ 5 milhões apenas por essa ferramenta. Para atrair um público maior, em novembro a rede começou a oferecer um serviço de rejuvenescimento facial – já existem três unidades como piloto. Atualmente, a Maislaser conta com mais de 90 clínicas.

Mais Top Estética

A rede de franquia Mais Top Estética, mesmo em meio à pandemia, no mês de outubro ultrapassou a marca de 100 unidades vendidas, registrando lucro não só em setembro, como também no trimestre e no ano. Foram 11 inaugurações em 30 dias, 21 franquias vendidas em setembro, e uma unidade inaugurada a cada 36 horas. O sucesso das vendas e na captação de franqueados deu-se principalmente ao novo modelo de negócio em formato de microfranquia home care, com investimento inicial de R﹩ 58 mil e que está no processo de implantação em mais de 20 unidades no Brasil.

#ABF
#AcessoSaude
#AguadeCheiro
#BudhaSpa
#BurattoConsultorios
#GiOlaser
#GrupoHinode
#HomeAngels
#Maislaser
#MaisTopEstetica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*