Estudo mostra quais são as marcas que mais investem em influenciadores no País

Dados mostram também alta de 4,64% no uso de hashtags como #ad e #publi pelos influenciadores brasileiros durante a pandemia em relação ao ano anterior.

Uma área que se provou popular para todos os grupos nos últimos anos é o marketing de influenciadores.

A Socialbakers, plataforma líder global em soluções para otimização de performance corporativa em redes sociais, realizou um amplo estudo nacional sobre o desempenho das empresas brasileiras que mais trabalharam com influenciadores durante o terceiro trimestre do ano.

A marca de produtos de limpeza OMO ocupa o primeiro lugar no ranking de marcas que mais colaboram com influenciadores no período, com 148 perfis fazendo 269 menções da marca; seguida do aplicativo iFood com 79 produtores de conteúdo e 127 citações; e a Nivea, com 60 influenciadores que mencionaram a marca 63 vezes. Destaque ainda para a Natura com 54 perfis e 91 menções, bem como a cervejaria Brahma com 42 influenciadores e 79 citações.

Para Alexandra Avelar, Country Manager da Socialbakers, existem muitas formas de se chegar até o público, mas o uso dos produtores de conteúdo se destaca. “Diferentes táticas e canais desempenham papel no alcance de públicos mais amplos e na construção da fidelidade do cliente. Se uma marca quer atingir a Geração Z, por exemplo, uma parceria no TikTok é uma aposta segura. Mas uma área que se provou popular para todos os grupos nos últimos anos, inclusive durante a pandemia, é o marketing de influenciadores”, afirma.

Não por acaso, o estudo ainda revelou que no terceiro trimestre deste ano 3.866 postagens de influenciadores usaram hashtags como #ad e #publi no Brasil, uma alta de 4,12% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo o estudo, também houve um desempenho positivo de algumas marcas no trabalho com produtores de conteúdo, com destaque para Óticas Carol, Pullman, Cadence, Espaçolaser e +Mu. O resultado é o cálculo da média de interações na postagem de um influenciador que menciona a empresa em comparação com uma postagem publicada pela própria marca.

O estudo da Socialbakers levou em consideração o trabalho das marcas com o marketing de influência no Instagram no terceiro trimestre de 2020. Todo o estudo foi feito com base nas interações do Brasil.

@Socialbakers @OMO @iFood @Nivea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*