Entenda como a alimentação pode piorar ou ajudar a tratar a acne

Saiba quais são os alimentos que figuram entre os principais envolvidos no processo de piora da acne e quais nutrientes devemos consumir diariamente para diminuir o problema.

Estudo publicado relacionou a acne em adultos a comportamentos dietéticos.

Quando falamos da relação entre alimentação e acne, a primeira coisa que vem à cabeça é o chocolate. Mas essa é uma questão ampla, envolve diversos alimentos e seus tipos. “Por exemplo, um chocolate com menor porcentagem de cacau e mais rico em açúcar e gordura pode ajudar a inflamar a pele, enquanto o chocolate amargo (70%) apresenta propriedades benéficas para a pele”, afirma o farmacêutico Maurizio Pupo, Pesquisador, Consultor em Cosmetologia e diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy. Um estudo publicado em junho no JAMA Dermatology, intitulado “Associação entre acne adulta e comportamentos dietéticos”, analisou a ingestão de alimentos de 24.452 participantes. “Os pesquisadores analisaram o comportamento alimentar dos participantes e o status da acne durante um período de oito meses. O comportamento alimentar foi definido como ‘ingestão de alimentos, ingestão de nutrientes e o padrão alimentar derivado de uma análise de componentes principais’, e os pesquisadores ajustaram para potenciais variáveis de confusão, como idade, nível educacional e atividade física”, completa o farmacêutico.

O estudo descobriu uma “associação significativa entre a acne atual e o consumo de produtos gordurosos e açucarados”. “Bebidas açucaradas, leite e um ‘padrão alimentar com alta densidade energética’ (também conhecido como altos níveis de produtos gordurosos e açucarados) foram associados à acne atual relatada pelos participantes”, diz Maurizio Pupo. “Devemos lembrar que a acne é uma das doenças de pele mais comuns e ocorre quando as glândulas sebáceas produzem uma quantidade excessiva de sebo, que se mistura com as células mortas da pele, e, assim, acaba obstruindo os poros. Então, as bactérias que ficam localizadas nessa região geram uma inflamação, levando a formação de espinhas. Embora as causas sejam variadas e haja uma influência genética, a alimentação é colocada como um fator de piora ou melhora para a condição”, completa. Abaixo, o farmacêutico fala sobre os cinco piores alimentos para quem tem acne:

– Pães, massas e biscoitos: “Alimentos ricos em carboidratos, que contam com farinha branca são um dos principais causadores de quadros acneicos. Isso porque esse ingrediente é rico em carboidratos simples que aumentam a produção de insulina, substância que favorece a produção de hormônios que estimulam a pele a secretar grandes quantidades de óleo e de sebo, o que aumenta a probabilidade de desenvolver acne e piorar a inflamação.”

– Frituras: “Alimentos gordurosos no geral favorecem muito o surgimento da acne, pois estimulam a pele a produzir mais gordura através das glândulas sebáceas. Além disso, uma dieta mais gordurosa também faz com que sejam liberadas substâncias inflamatórias que podem estar relacionadas ao desencadeamento da acne.”

– Leites, queijos e iogurtes: “Mesmo que o leite tenha baixo índice glicêmico, sabemos que ele induz o aumento dos níveis do fator de crescimento insulina-simile (IGF-1) por conter estrógeno, progesterona, precursores andrógenos e esteroides, favorecendo o surgimento ou o agravamento da acne.”

– Chocolate: “A questão do chocolate deve ser analisada pela quantidade de cacau presente no alimento. O cacau é rico em magnésio e triptofano, nutrientes que estimulam o organismo a produzir endorfinas e serotoninas responsáveis pelas sensações de bem-estar, além de polifenóis, que são substâncias antioxidantes. No entanto, outros componentes presentes nos chocolates, como açúcar, gordura e leite, podem ser prejudiciais para a saúde da pele, já que estimulam a produção de óleo. Então o chocolate ao leite e o chocolate branco, por exemplo, podem piorar o quadro acneico”, afirma Maurizio.

– Carne vermelha: “O consumo excessivo de carne vermelha também deve ser evitado, uma vez que esse alimento conta com alta concentração de ômega 6, substância com efeitos que favorecem a inflamação. Além disso, esse tipo de carne costuma apresentar muita gordura saturada, fator igualmente prejudicial à saúde da pele.”

Alimentos ideais

Porém, para quem já sofre com a acne, o ideal é adotar uma alimentação equilibrada e rica em frutas, legumes, verduras, cereais integrais, além de proteínas magras, como peixes. Além disso, alguns nutrientes podem auxiliar na diminuição do quadro acneico, como o zinco, presente no alho e na castanha do Pará, o cobre, encontrado em cerais integrais e no cacau, e o ômega-3 dos peixes. “Além disso, as vitaminas também são importantes para aliviar a acne. Por isso, consuma alimentos ricos em Vitamina A, como vegetais verde escuros ou de coloração alaranjada como a cenoura, Vitamina B5, como abacate e batata doce, e Vitamina C, como laranja, goji berry, acerola, limão”, sugere Maurizio. “Mas a alimentação tem poder limitado contra a acne. É necessário ter uma rotina de limpeza e hidratação da pele com produtos adequados. Além disso, em alguns casos, medicamentos prescritos por dermatologistas devem ser usados”, finaliza Maurizio.

FONTE:

*MAURIZIO PUPO: Farmacêutico, Pesquisador, Consultor em Cosmetologia, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy. Professor e Palestrante, Maurizio é Especialista em formulações cosméticas avançadas e autor de vários livros na área cosmética, incluindo o livro “Tratado de Fotoproteção”, lançado em 2012 e considerado um dos livros mais completos sobre proteção solar da América Latina e do mundo.

LINK do estudo: https://jamanetwork.com/journals/jamadermatology/article-abstract/2767075

#AdaTinaItaly
#JAMADermatology

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*