Empresas ganham força com a oferta de produtos veganos

A crescente demanda por produtos que não possuem ingredientes de origem animal e não são testados em animais mudou o cenário de diversas companhias que investem cada vez mais no público vegano

No mês em que se comemora o Dia Mundial do Veganismo, em 1º de novembro, empresas reforçam a importância do conceito em seus processos produtivos e ampliam a oferta de soluções veganas. A crescente demanda por produtos que não possuem ingredientes de origem animal em sua composição e não são testados em animais mudou o cenário de diversas companhias que investem cada vez mais no público vegano.

Dos mais variados segmentos, do mundo da beleza ao setor calçadista, as empresas apostam em inovação e pesquisa para desenvolver produtos veganos eficazes e de alta performance.

De olho nessa tendência, a Nazca Cosméticos ampliou este ano de forma expressiva seu portfólio com itens desenvolvidos para atender os consumidores adeptos ao veganismo. Hoje, a fabricante de cosméticos, com sede em São Bernardo do Campo/SP, conta com mais de 130 opções veganas. São produtos de cuidados para os cabelos que atendem o público feminino e infantil. Para as crianças, são 60 itens divididos entre as linhas Acqua Kids e Origem Grupy Kids.

Priscila Almeida, gerente de marketing da Nazca, diz que o mercado vegano é promissor e a crescente procura por este tipo de produto não se limita a quem pratica o veganismo. “Os consumidores estão cada vez mais preocupados com a vida dos animais, estão atentos às informações dos rótulos e às boas práticas no processo produtivo. Muitas pessoas que não são veganas também acabam optando por produtos naturais e isentos de ingredientes de origem animal”, destaca. Devido aos resultados positivos com a oferta de itens veganos, a Nazca deve continuar investindo em pesquisa e desenvolvimento para apresentar novidades no próximo ano.

Outra empresa brasileira que passou a investir fortemente no conceito vegano é a Cipatex , líder em revestimentos sintéticos com atuação em diversos setores. Com matriz em Cerquilho, interior de São Paulo, a companhia foi a primeira no Brasil a oferecer à indústria calçadista laminados flexíveis livre de qualquer matéria-prima de origem animal. A empresa procurou parcerias, realizou diversas pesquisas e substituiu matérias-primas para desenvolver a linha “Vegan Premium”. Além de calçados, o material pode ser usado na confecção de bolsas e acessórios.

Atualmente, a Cipatex oferece diversos laminados neste conceito, como o seu mais recente lançamento, a linha “Ecologic”. Desenvolvido com substrato de algodão 100% orgânico — isento de materiais sintetizados, vinil modificado, livre de aditivos de origem animal e produção limpa que valoriza a sustentabilidade do inicio ao fim, o material também atende o setor de moda.

De acordo com Silvio Martins, gerente de marketing da Cipatex , o investimento em produtos veganos trouxe diversos benefícios à empresa, desde o fortalecimento da marca à ampliação de oportunidade de novos negócios. “O lançamento de materiais veganos faz parte da estratégia da empresa de ampliar os projetos que conciliam inovação e sustentabilidade”, comenta.

#vegano #NazcaCosmeticos #Cipatex #VeganPremium #AcquaKids #GrupyKids

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*