“Elagalinha” chega ao Sesc Pinheiros em janeiro com Cia. Bendita

Peça infantojuvenil ganhou prêmio APCA de melhor espetáculo em espaço aberto.

Elagalinha”, que acontece na Praça do Sesc Pinheiros, é uma montagem musical de rua e ganhou em 2019 o prêmio APCA de Melhor espetáculo exibido em espaço aberto.

Com seis apresentações entre os dias 18 de janeiro a 2 de fevereiro, sábados e domingos, às 16h, a peça “Elagalinha” acontece na Praça do Sesc Pinheiros. O espetáculo é livre e grátis para todos os públicos e a trama se desdobra no formato de fábula, aonde os animais têm características humanas. Com direção e texto do dramaturgo Marcelo Romagnoli, com Cia. Bendita a peça é uma montagem musical de rua e ganhou em 2019 o prêmio APCA de Melhor espetáculo exibido em espaço aberto.

O tema principal é a crise das relações entre fortes e fracos, adultos e crianças, novo e velho, com um foco sobre o conceito de educação. A personagem principal é uma galinha com as mais sensíveis qualidades humanas. Já o vilão, é um homem cheio dos piores instintos animais. O que sustenta a metáfora é a discussão sobre o mundo, costumes, e a forma como educamos, principalmente, a barbárie de nossa relação com a infância.

Cia Bendita

Parceiros desde a época em que estudaram na ECA-USP, Jackie Obrigon e Marcelo Romagnoli criaram a Cia Bendita, com o foco em novas dramaturgias voltadas para infância e a família. Estreou, em 2012, a montagem “Terremota”, que discute temas importantes na formação da criança. Em 2017, com “Gagá”, tratou de camadas sensíveis a dois universos particulares: a velhice e a infância. A Cia Bendita tem como linha de pesquisa a criação de espetáculos com linguagem crítica e poética voltada ao Brasil contemporâneo.

O elenco é composto por Jackie Obrigon, Guto Togniazzolo, Georgette Fadel, em seu primeiro espetáculo para crianças (alternando-se com Cris Rocha); Joaquim Lino e Pascoal da Conceição. A banda responsável pela acústica da apresentação, Granja Sounds, é formada por Gui Calzavara e Bruno Garcia, com instrumentos elétricos, sopros, guitarra, voz e samplers. Por fim, a equipe de criação tem figurinos de Chris Aizner, cenário de Marisa Bentivegna e direção musical do compositor Dr. Morris.

Sinopse

Uma galinha de seis anos vai à escola pela primeira vez. No caminho, é feita prisioneira por um monstro. Sua jaula vira sala de aula e o que ela ensina vem do coração. Além da música ao vivo com a Banda Granja Sounds, uma dupla de críticos comenta as ações, num enredo paralelo.

Ficha técnica

Texto e Direção Marcelo Romagnoli

Jackie Obrigon – ELAGALINHA
Guto Togniazollo- ELEMONSTRO
Georgette Fadel e Cris Rocha- PAIGALO
Pascoal da Conceição- CRÍTICO 1
Joaquim Lino – CRÍTICO 2
Música ao vivo: Gui Calzavara e Bruno Garcia (GRANJA SOUNDS)
Cenário e Desenho de luz: Marisa Bentivegna
Figurinos :Chris Aizner
Direção Musical :Dr Morris
Projeto gráfico: Andrea Pedro
Fotografia: Maria Clara Diniz
Tecnica de som : Rodrigo Gava
Contra – regra : Theo Sposito
Assistente de cenografia: Amanda Vieira
Cenotecnia: Cesar Rezende Santana(Basquiat)
Costura: Atelier Judite de Lima
Produção: Nucleo Corpo Rastreado e Murilo Chevalier
Realização: Cia Bendita e Corpo Rastreado

Serviço

“ELAGALINHA”
De 18 de janeiro a 02 de fevereiro de 2020.
Sábados e Domingos, às 16h
Local: Praça
Duração: 50 minutos.
Classificação: Livre.
Grátis.

Sesc Pinheiros – Rua Paes Leme, 195
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10 às 18h
Tel.: 11 3095.9400
Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 21h30; Sábado, das 10h às 21h30; domingo e feriado, das 10h às 18h30. Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 12 (credencial plena do Sesc) e R$ 18 (não credenciados).Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m.

#Elagalinha #SescPinheiros #CiaBendita #APCA #ECAUSP #GranjaSounds #Terremota

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*