Costa Cruzeiros aumenta a capacidade de leitos em 43% até 2021

No próximo ano, o Costa Venezia e o Costa Smeralda serão entregues. Quatro novos navios serão incorporados à frota da Costa até o ano de 2021.

A partir de março de 2019, a Costa implantará ainda uma série de inovações nos itinerários de seus navios.

Em processo de expansão e renovação de frota, a Costa Cruzeiros estima aumentar em 43% sua capacidade de leitos entre os anos de 2019 e 2021. Nesse período, quatro novos navios serão incorporados à frota da companhia marítima. 

Atualmente em construção no estaleiro Fincantieri, em Monfalcone (Itália), o Costa Venezia entra em operação em fevereiro de 2019. No estaleiro Fincantieri, em Marghera (Itália), por sua vez, a Costa já iniciou a estruturação do navio-irmão do Costa Venezia. Com 135.500 toneladas e 2.116 cabines, a embarcação será entregue em 2020 e assim como o Costa Venezia foi projetado para atender ao mercado chinês.

Ainda em 2019, a Costa coloca em atividade o mega navio Costa Smeralda, primeiro navio de cruzeiro do mundo movido a Gás Natural Liquefeito (GNL). O transatlântico segue em construção no estaleiro de Meyer Turku (Finlândia). Além disso, um segundo navio a GNL está programado para entrar na frota da Costa em 2021.

A partir de março de 2019, a Costa implantará ainda uma série de inovações nos itinerários de seus navios, incluindo o retorno do Costa Fortuna ao Mediterrâneo para cruzeiros semanais, partindo de Gênova. Hoje, a embarcação atua na Ásia. Até o final do ano que vem, o Costa neoRiviera será transferido para a frota da AIDA Cruises, marca alemã do Grupo Costa. Após uma remodelação, o navio ganhará o nome de AIDAMira e partirá em 4 de dezembro de 2019 para sua viagem inaugural.

Em atividade regular no Mediterrâneo desde março desse ano, o navio Costa Victoria será totalmente revitalizado no porto de Marselha, na França, com recursos no valor de 11 milhões de euros. O processo contempla a renovação das cabines e das áreas públicas internas e externas e a criação de um espaço gastronômico denominado “Tapas e Paella”. Ao longo do verão europeu 2018, o Costa Victoria fará cruzeiros semanais, visitando a Espanha e as Ilhas Baleares.

Por meio desse programa de crescimento, a Costa, que atualmente opera com 14 embarcações, contabilizará 17 navios até 2021. O Grupo Costa tem sete navios encomendados que, juntos,  somam mais de 6 bilhões de euros em investimentos. Além dos quatro novos navios da Costa Cruzeiros, o Grupo Costa terá outros três navios movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL) para servir à frota da AIDA Cruises entre 2018 e 2023.

HASHTAGS: #CostaCruzeiros #CostaVenezia #CostaSmeralda #cruzeiros #navio #viagemdenavio #aumentodonumerodeleitos

Deixe um comentário