Banda dos Seguranças do Metrô abre programação que marca ações de combate à violência contra a mulher

Transportes Metropolitanos, Fundo Social e Prodesp levam informação para passageiras na Estação Brás.

Composta por nove agentes de segurança, a Banda dos Seguranças do Metrô – BSM – integra o projeto Linha da Cultura

O show da Banda dos Seguranças do Metrô – BSM – deste mês teve um motivo especial: marcou nesta quinta-feira (21) o início das ações da Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) pelo combate à violência contra a mulher. O show será na Estação Brás da Linha 3-Vermelha, que faz integração com as linhas 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM. A agente de estação Tays Gomes é convidada especial para cantar com a banda.

Composta por nove agentes de segurança, o grupo integra o projeto Linha da Cultura, com a proposta de levar entretenimento aos passageiros. As apresentações são mensais, com músicas de todos os gêneros.

Na próxima segunda-feira (25), Dia Internacionalmente de Combate à Violência Contra a Mulher, a STM faz uma ação de conscientização sobre essa questão também na Estação Brás. Voluntários vão orientar as mulheres com dicas de segurança, saúde e educação financeira. A violência contra a mulher é um dos grandes desafios dos direitos humanos e afeta mulheres independentemente de cor, raça e classe social.

A iniciativa é uma parceria da STM com o Fundo Social de São Paulo (Fussp) e com a Prodesp – Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo, que lançaram este ano a plataforma SOS Mulher. Desenvolvida pela Prodesp, a plataforma disponibiliza informações sobre segurança, saúde e independência financeira para mulheres em risco de sofrer violência doméstica.
O site também incentiva o compartilhamento do conteúdo via redes sociais e aplicativos de mensagens para que as informações atinjam o maior número possível de mulheres, além de disponibilizar links para o aplicativo SOS MULHER, idealizado pela Polícia Militar, e detalhes sobre todos os serviços de apoio à mulher no Estado de São Paulo.

Também na segunda-feira, os passageiros do Terminal Jabaquara da EMTU vão poder participar de uma roda de conversa com o Bem Quer Mulher (BQM), um programa criado em 2004 com apoio da ONU Mulheres. As agentes do BQM vão esclarecer dúvidas, acolher e orientar as passageiras. A ideia é transformar medos e receios em confiança e superação. As vítimas que quiserem podem ser encaminhadas a um dos centros de atendimento nos bairros Jabaquara e Itaim Paulista para avaliações psicológicas.
No Terminal Diadema, representantes da Casa Beth Lobo vão conversar com os passageiros para esclarecerem dúvidas sobre os direitos da mulher. Se for o caso, vítimas serão encaminhadas para a sede da instituição, que, há 21 anos, auxilia pessoas em situação de agressão e perigo.

As ações têm o objetivo de difundir informação e chamar atenção para esse problema, incentivando as mulheres a buscar ajuda, denunciar e também inibir o agressor.

Serviço:

– 25/11
Ação com dicas de segurança, saúde e independência financeira
Estação Brás – Espaço Cultural da CPTM
9h às 14h
Programa Bem Querer Mulher
Terminal Metropolitano Jabaquara – EMTU
R. Nelson Fernandes s/n
10h às 14h

#BSM #Metro #STM #CPTM #BQM #EMTU #Fussp #Prodesp #SOSMULHER

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*