Walmart vende operação no Brasil para fundo americano Advent

 

A companhia deverá realizar mudanças nas operações do Walmart no Brasil, apostando em atacarejos e no Sam’s Club.

A rede Walmart anunciou a venda de 80% de suas operações no Brasil para o fundo americano de investimentos Advent International.  Os demais 20% devem continuar com a empresa. O valor da transação não foi divulgado.

Alexandre van Beeck, sócio-diretor da GS&Consult acredita que o negócio é uma boa opção para o Walmart. “A rede comprou muitas operações regionais no Brasil e teve problemas para integrar tudo. A chegada da forte crise econômica que abalou o país acentuou todos os problemas”, disse.

O Carrefour e o Grupo Pão de Açúcar, que junto com o Walmart formam a tríade do setor supermercadista no Brasil, adaptaram suas operações e investiram em novos formatos, como os compactos no modelo express e os atacarejos. “Quem não tinha uma operação muito bem estruturada e não se adaptou ficou para trás”, falou van Beeck.

A rede americana vem investindo em suas operações fora dos Estados Unidos, sobretudo em mercados fortes como China e Índia. O Brasil foi saindo desse foco devido a todos os problemas da operação no país e a crise econômica. Aqui, a rede vem registrando prejuízos há sete anos. De acordo com a Associação Brasileira de Supermercados, as vendas da companhia no ano passado foram de R$ 28,2 bilhões. O Walmart estreou no país em 1995 e tem hoje 438 lojas em 18 estados.

Patrice Etlin, sócio da Advent no país, afirmou por meio de nota: “Acreditamos que, com nosso conhecimento do mercado local e expertise em varejo, poderemos posicionar a empresa para gerar resultados expressivos”.

A companhia deverá realizar mudanças nas operações do Walmart no Brasil, apostando em atacarejos e no Sam’s Club, o clube de compras da companhia. A política de preço baixo deverá ser abandonada. Enquanto a companhia americana deverá passar por adaptações, os dois maiores concorrentes devem manter seus caminhos. “Acredito que a mudança não deverá trazer alterações nos rumos do Carrefour e do GPA. Ambos estão muito bem direcionados e não devem mudar sua estratégia, apenas intensificá-la”, afirmou van Beeck.

FONTE: Mercado & Consumo News | Com informações retirada do jornal O Estado de S. Paulo

HASHTAGS: #Walmart #Advent #AdventInternational #vendadeoperacoes #vendadeoperacoesnobrasil

Deixe um comentário

*