Niseko é a novidade para esquiar no Japão nesta temporada

Se divertir na neve da pequena vila na base de um vulcão é mais um motivo para ir ao Japão.

Niseko fica na ilha de Hokkaido, em uma colina com quatro resorts interligados e composta por inúmeras pistas para todos os níveis

Existe uma infindável lista de razões para conhecer o Japão – desde sua rica história, as marcantes experiências culturais, o design, a cena artística, a gastronomia, suas luzes e bairros como o Harakuju. As icônicas gueixas, as cerimônias tradicionais de chá, os santuários de mil anos e os bosques de bambu protegidos em Kyoto. Cidades igualmente interessantes como Miyajima, Hakone, Osaka, Kanazawa e Onomichi, sem esquecer do incrível momento do desabrochar das cerejeiras, que atrai milhares de turistas para se perderem entre suas pétalas cor de rosa ou da exclusiva experiência de navegação a bordo do Guntû, verdadeiro ryokan sobre as águas. De monótono, o Japão nunca teve nada e a lista do que fazer no país asiático acabou de ganhar mais um adendo: o esqui na vila de Niseko, localizada no pequeno Distrito de Abuta.

“Se você nunca ouviu falar, saiba que a estação é informalmente chamada de Aspen ou St. Moritz japonesa e tendência para a temporada de esqui que inicia em dezembro”, garante Tomas Perez, CEO da Teresa Perez Tours, entusiasta das atividades na neve. Vale lembrar que esses dois locais, nos Estados Unidos e na Suíça, são reconhecidos mundialmente pela ótima infraestrutura hoteleira e pela ampla rede de meios de elevação na montanha.

Niseko está situado na base de um vulcão adormecido – o Monte Yotei, e próximo a um dos rios mais bonitos do Japão – o Shiribetsu. Oferece uma variedade de emocionantes atividades de verão e inverno que podem ser desfrutadas por visitantes de todas as idades. A estação de esqui fica na ilha de Hokkaido, no norte do Japão, em uma colina com quatro resorts interligados e composta por inúmeras pistas para todos os níveis. Ventos sazonais combinados à umidade do Mar do Japão permitem uma neve powder, ou seja, macia e ideal para snowboarders e esquiadores mais hábeis.

Niseko também é tomada por onsens, – piscinas termais com águas naturalmente a 25oC – que se espalham por um horizonte branquinho e são perfeitas para o après-ski. Quinze onsen locais compreendem o Niseko Onsenkyo, um dos quais é o famoso onsen Kombu, com 100 anos de idade. Os onsens não são os únicos atrativos a espera de quem estiver se divertindo na neve. Mesmo quando o assunto é esqui no Japão, o país se mantém como destino gastronômico. Qual outro lugar proporciona ramen de frutos do mar, patas de caranguejo frescas ou sashimi de salmão depois de um tempinho nas pistas? A gastronomia é tão marcante que é muito comum nos hotéis ski-in/ski-out da região a presença de chefs particulares nas residences e a realização de jantares exclusivos. Aqui é possível encontrar desde a mais tradicional culinária japonesa até a fusão entre o Oriente e Ocidente.

Niseko é diferente, é novidade em um destino já marcado por muitos highlights e é tendência absoluta de viagem para o segundo semestre. É também prova de que “é possível variar os destinos e os meios de deslizar montanha abaixo, mas entra inverno, sai inverno, a paixão pela neve, essa não muda nunca”, destaca Tomas Perez.

Com um intenso calendário de eventos e festividades, é impossível deixar Niseko de fora do seu roteiro.

Para mais informações, acesse: www.teresaperez.com.br

#Niseko #TeresaPerezTours #MonteYotei #NisekoOnsenkyo #onsens #onsenKombu

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*