Brigadeiros e brasileiros: uma doce história de amor

Quitute está presente em todos os lares, em diversas receitas e, muitas vezes, se torna fonte de renda.
Isabela Franco embaixadora da Camponesa, confeiteira.

Em 1946 nasceu da combinação de leite condensado, chocolate em pó e manteiga, um dos doces mais populares do Brasil: o brigadeiro. Originário de São Paulo, a iguaria foi criada na década de 40 durante as eleições presidenciais para arrecadar fundos para a candidatura do Brigadeiro Eduardo Gomes. Ele não venceu a disputa, mas a sobremesa elaborada em sua homenagem, logo se espalhou pelo país, e ganhou o paladar e o coração de milhares de brasileiros.

A iguaria não só se tornou uma paixão nacional, como também uma fonte de renda para milhares de brasileiras. Devido sua versatilidade e por ser unânime no gosto popular, o brigadeiro também é visto como uma boa oportunidade de empreendedorismo, já que é um doce que faz parte do nosso dia-a-dia. Hoje é possível comprar a sobremesa em confeitarias, restaurantes, no sinal e até mesmo nas salas de aulas.

Segundo a embaixadora da Camponesa, a confeiteira Isabela Franco, devido à composição do brigadeiro, trata-se de um doce que pode ser desenvolvido em diferentes pontos e texturas, gerando uma variedade de opções. “A versatilidade do brigadeiro é maravilhosa. Dependendo do ponto que você der a ele, pode enrolar, servir como um creme para recheios, ou até mesmo, se estiver bastante líquido, ser uma calda.”

Ainda segundo Isabela: “É muito fácil empreender com o brigadeiro, pois o custo de investimento é baixo. Para quem deseja iniciar um negócio a primeira dica é começar a preparar e mostrar o seu produto, hoje temos as redes sociais que proporcionam mais facilidade na comunicação e divulgação de trabalhos. Outra dica é que sempre começamos empreendendo com quem está próximo de nós, fazendo doces para festas menores e fornecendo para ciclos de pessoas próximas como, por exemplo, amigos, familiares, vizinhos, colegas de faculdade, entre outros’’.

É fácil empreender, porque a versatilidade do brigadeiro é absolutamente maravilhosa.

DICAS PARA UM BRIGADEIRO PERFEITO

Em conjunto com a Camponesa, Isabela Franco preparou algumas dicas para todos se divertirem na cozinha, celebrando e cultivando o momento, enquanto preparam o brigadeiro perfeito: aquele que dura mais tempo, é mais cremoso e não cristaliza.

“O ponto e a consistência são essenciais, é preciso muita atenção e a dica é fazê-lo em fogo mais baixo, assim ele vai durar mais tempo, mantendo sabor e textura. É fundamental que os ingredientes sejam de boa qualidade, a dica é trabalhar com o leite condensado Camponesa, isso evita que o doce cristalize. Utilizar alguma gordura na mistura também inibe o processo de cristalização como, por exemplo, o creme de leite, que faz com que a mistura fique um pouco mais líquida, mas a partir do momento que ele for cozinhando, a gordura fica no doce e faz com que ele não cristalize”, conta a confeiteira.

Outra dica é enrolar o brigadeiro quando for servir, deixando a massa do brigadeiro repousando na geladeira. “Isso também retarda o processo da cristalização. Uma vez que o brigadeiro é enrolado, é tendência do doce ressecar a superfície, então se mantivermos um pouco refrigerado, já retardamos isso também. Outra dica é não deixar o doce apurar demais, pois isso endurece a massa e ela tende a cristalizar. Dessa forma, o brigadeiro fica mais cremoso e menos doce, atendendo perfeitamente também opções como recheios de bolo”, completa.

Pensando em atender esse público a Camponesa possui uma linha profissional composta por: leite condensado semidesnatado 5 kg, leite condensado integral 5 kg e 2,5 kg e doce de leite 2,5 kg. Além dos produtos com embalagens de tamanho especial, a linha de lácteos da Camponesa conta com diversos outros itens em embalagens regulares. Todos eles podem ser adquiridos por meio do App SOU CAMPONESA e nas principais redes de supermercados. O App é gratuito e está disponível para download nas plataformas Android e IOS.

#Brigadeiro #Camponesa #IsabelaFranco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*