Vinhos de nicho chilenos conquistam o paladar dos brasileiros

Bebida mantém a forma tradicional de fazer vinho transmitida de geração para geração.

A localização geográfica privilegiada do Chile proporciona regularidade térmica – horas de sol necessárias e frio na medida certa para a produção de uvas de qualidade e de vários estilos, favorecendo a produção de vinho durante todo o ano. Além disso, barreiras naturais, como o Deserto do Atacama e a Cordilheira dos Andes, protegem os vinhedos de doenças e pragas.

Com o objetivo de mostrar produtos diferenciados aos brasileiros, o ProChile Brasil tem realizado ações com influenciadores de gastronomia e sommeliers, apresentando o vinho de nicho com o envio de um kit para que cada um possa fazer sua avaliação e contar aos consumidores as particularidades da bebida que irão provar. Esta é, ainda, uma oportunidade de oferecer uma experiência única de conexão e de descobertas de histórias que envolvem essa emblemática bebida.

Os vinhos de nicho caracterizam-se por ser uma amostra representativa da diversidade e riqueza do Chile, também conhecidos como “vinhos de autor”. Em sua maioria, a produção é em escala humana, produtos com origem e que agregam alto valor e qualidade. São bebidas com história e alguns de seus expoentes mantêm a forma tradicional de fazer vinho transmitidas de geração para geração, com diferentes métodos de vinificação. Também se encontram nesta categoria os vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais.

A sommelier e wine hunter, Daniela Romano, que também é jornalista e membro da FIJEV-Fr (International Federation of Wine and Spirit Journalist and Writers), foi convidada para participar da campanha dos vinhos de nicho e preparou uma harmonização especial para o rótulo que ela recebeu e degustou. “Recebi um Fillo Malbec, produzido pela BoWines, e para minha surpresa este Malbec tem um frescor muito interessante, com notas de eucaliptos, frutadas e florais. Por isso, fugi da harmonização clássica do Malbec com carne vermelha, preparando um molho pesto, que vai muito bem com uma massa”, conta a sommelier.

“O ProChile tem trabalhado incessantemente para apresentar ao mercado brasileiro o que há de melhor em sua produção vitivinícola”, diz María Julia Riquelme, diretora Comercial do ProChile. “Os vinhos de nicho fomentam uma indústria de pequenos produtores, cujas vinícolas se destacam pelo modo artesanal de trabalhar, ao mesmo tempo que investem constantemente em técnicas de cultivo que reduzem o impacto ao meio ambiente, assegurando sustentabilidade ao produto”, observa Riquelme.

Descubra você também os encantos do vinho chileno e compartilhe esta experiência com quem você ama!

#ProChileBrasil
#FIJEVFr
#winehunter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*