Vendas do varejo brasileiro no período que antecede o Dia dos Namorados crescem 4,5% em relação ao ano passado, aponta FecomercioSP

Faturamento do setor na semana da data comemorativa foi de R$ 44 bilhões, em torno de R$ 1,9 bilhão superior ao registrado em 2016.

As vendas do comércio varejista brasileiro no período que antecede o Dia dos Namorados seguiram as expectativas e, de acordo com estimativas da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), apresentaram crescimento de 4,5% em relação a 2016, o que representa um ganho de aproximadamente R$ 1,9 bilhão.

Os cálculos foram feitos com base nos dados da Boa Vista SCPC, que mostraram um aumento de 2,6% no número de consultas em seu banco de dados entre os dias 1º e 12 de junho, em relação ao mesmo período do ano passado. Assim, a FecomercioSP estima que o varejo brasileiro tenha faturado R$ 44 bilhões neste período ante os R$ 42,1 bilhões em 2016, um aumento de 4,5%.

De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, esse dado confirma a tendência positiva de vendas prevista pela Entidade, por meio de seus modelos de projeção e de sondagens no período que antecede a data. De acordo com a Federação, as vendas do comércio varejista no mês de junho, no Estado de São Paulo, devem crescer 3%. Os consumidores paulistanos disseram, em sondagem prévia ao Dia dos Namorados, que estariam dispostos a gastar 10% a mais em presentes em relação à data em 2016.

A justificativa para esse bom desempenho é o quadro econômico mais favorável do que no mesmo período do ano passado. A inflação já está abaixo dos 4%, enquanto em maio de 2016 estava em 9,3%. A taxa Selic passou de 14,25%, há 12 meses, para os atuais 10,25%. Houve a liberação dos recursos do FGTS de contas inativas na véspera da data comemorativa. Além disso, os indicadores de confiança do consumidor estão mais de 10% acima do apurado no mesmo período do ano anterior.

A FecomercioSP pondera que o resultado ainda está aquém do que o comércio deseja, mas os resultados positivos obtidos no Dia das Mães e no Dia dos Namorados devem contribuir para a melhora das expectativas dos empresários do setor. Por isso, a Entidade espera números favoráveis nas demais datas comemorativas do ano, que deverão girar novamente a cadeia produtiva, com mais pedidos aos fornecedores e, consequentemente, à indústria, contribuindo para a retomada gradativa da atividade econômica.

HASHTAGS: #diadosnamorados | #varejo | #fecomerciosp | #vendasnovarejo

Deixe um comentário

*