Universidade Zumbi dos Palmares lança Virada da Consciência 2021

 

São Paulo será o Farol do combate ao racismo estrutural, afirma secretária Marta Suplicy, durante o evento realizado em 10 de agosto.

A Virada da Consciência é um dos mais importantes eventos do Brasil para promover a diversidade racial.

Com a presença das secretárias municipais de São Paulo Marta Suplicy, Cláudia Carletto; de Vitor Tavares – presidente da Câmara Brasileira de Livro, da irmã de Ismael Ivo – Vera Ivo; o reitor José Vicente apresentou a Virada da Consciência – um dos mais importantes eventos do Brasil para promover a diversidade racial, a Virada da Consciência, idealizada pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Ong Afrobras, que será realizada entre os dias 18 e 22 de novembro.

Durante o evento, José Vicente relembrou que, “a Virada da Consciência é mais uma oportunidade que dispomos para lutar contra o racismo e a discriminação racial e em favor da inclusão e do afroempreededorismo, por meio da arte, da cultura e da educação. A Virada é um espaço de todos e para todos, buscamos reunir forças em várias esferas para transformar a cidade de São Paulo na capital da Consciência Negra”, afirma o reitor.

Foto: divulgação.

Para a secretária de Relações Internacionais de São Paulo, Marta Suplicy, “Conheço a luta do reitor há muitos anos, antes da fundação da Universidade. Admiro sua capacidade de construir as articulações necessárias para viabilizar as ações. A prefeitura de São Paulo tem valores de combate ao racismo e vamos transformar a Capital num farol de combate ao racismo estrutural, já em novembro de 2021. Realizaremos, em conjunto uma Expo com uma série de ações, palestras, conferências, voltadas à saúde, empreendedorismo, educação, arte, cultura”, conclui Marta.

Criada em 2018 para comemorar a Semana da Consciência Negra, a Virada – movimento civil, empresarial e acadêmico para estimular a igualdade racial – oferece inúmeras atividades inclusivas.

Um dos destaques deste ano é a parceria com a Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias Municipais de Relações Internacionais e de Educação, para a realização de um grande evento, no Centro de Convenções do Anhembi, para a cerimônia de premiação dos vencedores do Festival Afro Minuto – Flink Sampa 2021, que este ano homenageia o escritor Lima Barreto.

Além deste evento, a Virada da Consciência inclui ainda o Troféu Raça Negra, a Jornada da Diversidade, a BlackTekFest e a FlinkSampa – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra.

Alguns patrocinadores já estão definidos, como é o caso da Coca-Cola e o Santander, que apoiam a Virada; o Itaú e a Febraban, que dão suporte à FlinkSampa; e o Bradesco, patrocinador do Troféu da Raça Negra.

Troféu Raça Negra

Criado e organizado pela Ong Afrobras e pela Universidade Zumbi dos Palmares para destacar personalidades negras e não-negras que contribuem para a luta contra o racismo e em favor da inclusão racial, a 19ª edição do Troféu Raça Negra vai homenagear em 2021 o coreógrafo e bailarino Ismael Ivo, ex-diretor do Balé da Cidade, que morreu esse ano. A cerimônia será realizada na Sala São Paulo, no dia 21 de novembro.

A primeira edição do Troféu ocorreu no ano 2000 e, depois, em 2004 na comemoração do 450º aniversário da capital paulista. A partir de então, a premiação se tornou anual. Em 2008, entrou oficialmente para o calendário da cidade de São Paulo.

No ano passado, receberam o troféu, entre outros, o ministro Luis Barroso, do Supremo Tribunal Federal, a empresária Luiza Helena Trajano, a deputada federal Benedita da Silva e o rapper e compositor Emicida.

O Troféu Raça Negra já homenageou personalidades como Cartola, Milton Nascimento, Mano Brown, Zezé Motta, Elza Soares, Martinho da Vila, Emílio Santiago, Martin Luther King Jr., Jair Rodrigues e Wilson Simonal.

Flink Sampa

A Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra (FlinkSampa) é outro evento organizado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Ong Afrobras, com o objetivo de valorizar a literatura, descobrir talentos, dar oportunidade aos escritores negros, aos que tratam das questões raciais e aos jovens talentos, por meio de lançamentos e venda de livros, quadrinhos, produtos de afro-empreendedores, além de outras atividades culturais como palestras e debates para professores e estudantes.

Um dos grandes destaques da FlinkSampa será o relançamento de dois romances do escritor Lima Barreto – patrono do evento -, ambos pela UniPalmares: Cara dos Anjos, que aborda a questão racial; e Triste Fim de Policarpo Quaresma, sua obra mais conhecida. Os relançamentos marcam os 140 anos de nascimento do autor, ocorrido no dia 13 de maio de 1881.

A exemplo das demais edições, a FlinkSampa 2021 vai contar com palestras e debates com a presença de convidados nacionais e internacionais.

9ª Jornada da Diversidade

Organizada pela Iniciativa Empresarial pela Inclusão Racial – criada pela Universidade Zumbi dos Palmares e a Ong Afrobras – a 9ª Jornada da Diversidade é outro evento que integra a Virada da Consciência. Criada em 2015, tem como objetivo reunir as lideranças empresariais e das áreas de recursos humanos das organizações para analisar e debater o cenário econômico e a inclusão do negro no mercado de trabalho, além de promover uma reflexão sobre o futuro.

Um dos destaques será o anúncio do Índice de Equidade Racial Empresarial, que apontará as empresas, ligadas à Iniciativa Empresarial, que lideram em inclusão racial e ações afirmativas. O estudo é desenvolvido pelo DataZumbi, instituto de pesquisas da Universidade Zumbi dos Palmares.

A Jornada da Diversidade, que prevê a participação de dezenas de empresas, será realizada, online, no dia 18 de novembro e a divulgação do Índice será feita no mesmo dia.

Festival Afro Minuto – FlinkSampa

Especialmente concebido para alunos dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e privadas e o sistema S – Sesi-SP, a 6ª edição do Festival Afro Minuto – FlinkSampa, organizado pela Universidade Zumbi dos Palmares, tem como objetivo estimular estudantes das redes estadual, municipal, particular, incluindo sistema S – SESI-SP, a promoverem o reconhecimento, a valorização e o respeito à diversidade étnico-racial brasileira e à cultura afro-brasileira por meio de produções audiovisuais que respeitem o Estatuto de Igualdade Racial e a lei que preconiza o estudo da África e do Negro nas instituições de ensino.

Até o momento, está confirmada a participação das mais de cinco mil escolas do Estado de São Paulo, que somam 3,5 milhões de alunos, além de mais de 150 mil alunos do SESI, Colégio Equipe, Campus de Birigui do IFSP – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo e Secretaria da Educação de São Bernardo do Campo.

O tema deste ano é Vida e Obras de Lima Barreto, que deverá ser pesquisado por alunos e professores. Cada escola poderá inscrever apenas um vídeo em cada categoria: Ensino Fundamental Anos Iniciais, Ensino Fundamental Anos Finais, Ensino Médio e a modalidade Ensino de Jovens e Adultos.

Com isso, a intenção é promover o desenvolvimento de habilidades de pesquisa, leitura, oralidade e produção audiovisual, com criatividade; compreender, criar e usar tecnologias digitais de informação e comunicação de maneira crítica, reflexiva e ética nas práticas sociais para acessar e disseminar informações, resolver problemas, exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva e, assim, colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

A equipe será formada por um professor orientador e no máximo três alunos. Os vídeos precisam ser produzidos em sala de aula e deverão adequar-se e ser pertinentes ao tema, garantir qualidade da imagem e do som, mostrar criatividade e originalidade na apresentação e no desenvolvimento, entre outros atributos de avaliação. A Universidade Zumbi dos Palmares vai escolher os quatro vídeos vencedores – um em cada categoria -, que serão conhecidos em evento a ser realizado no Centro de Convenções do Anhembi no dia 22 de novembro.

BlackTekFest

A Universidade Zumbi dos Palmares e a Ong Afrobras, com curadoria da InovaZumbi, a agência de inovação da instituição de ensino, promovem a 3ª BlackTekFest – Feira de experiências tecnológicas, inovação, afroempreendedorismo, negócios e empoderamento feminino, que tem como tema central Ex-clusão Digital e vai debater conteúdos como tecnologia e segurança, cidades inteligentes, tecnologia inclusiva, internet das coisas, tecnologia e mercado de trabalho, licenças e patentes, block chain e bitcoin.

Dirigida a professores, estudantes, acadêmicos, pesquisadores negros e não negros, centros de investigação governamentais e não governamentais, instituições de ensino fundamental, médio e superior e intelectuais, a feira será realizada em uma arena virtual, para debater assuntos relacionados ao tema central:

– Oracle Experience: para oferecer lives e conteúdos exclusivos oferecidos pela empresa no Brasil. Serão duas palestras de executivos e uma imersão em programa oferecido pelos executivos da companhia.

– Arena Unibrad: a exemplo das edições anteriores, o Bradesco vai realizar palestras sobe UX e Inovação, em duas lives.

– InovaUnicamp e Nied: que apresenta o InovaAfro, sobre afroempreendedorismo com o professor Odair dos Santos e o Nied com a Robótica pedagógica.

Entre outros, o objetivo da BlackTekFest é promover o diálogo sobre temas de interesse para os afrodescendentes; fomentar projetos de pesquisa entre institucionais nacionais e internacionais por meio de acordos de cooperação para intercâmbio do conhecimento e mobilidade acadêmica; propor o início de um processo de imersão tecnológica constante para ser compartilhado e sugerido como ferramenta de fomento e aproximação dos afrodescendentes ao acesso a bases tecnológicas; e incentivar a reflexão capaz de modificar realidades e conceitos sobre as desigualdades sociais no Brasil.

www.viradadaconsciencia.com.br

#UniversidadeZumbidosPalmares
#Afrobras
#BlackTekFest
#FlinkSampa
#TrofeuRacaNegra
#IFSP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*