São Paulo recebe atividades esportivas gratuitas no dia 06 de abril

Nike, PNUD - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – e membros da REMS convocam mais de 250 voluntários para realização de atividades em seis pontos do país.

Com o objetivo de democratizar a atividade física e o lazer e em comemoração ao Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz (6 de abril), a REMS – Rede Esporte pela Mudança Social, parceira da Nike e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), promoverá a segunda edição do evento “Esporte na Rua”. Este grande chamado para a população participar de atividades físicas, esportivas e brincadeiras ativas em espaços públicos conta com a participação de instituições e ONGs reconhecidas, responsáveis pelo atendimento de mais de 200 mil pessoas no último ano, em 20 estados.

 

Em São Paulo, no dia 08 de abril, a esquina da Avenida Paulista com a Alameda Ministro Rocha Azevedo recebe brincadeiras de rua e esportes variados, como tênis, futebol e rugby, com as organizações Instituto Corrida Amiga, Fundação Tênis, Projeto Vida Corrida, Instituto Patrícia Medrado, Fundação Esportiva Educacional Pró Criança e Adolescente – EPROCAD, Fundação Gol de Letra, HURRA!, ONG Social Skate, Instituto Passe de Mágica, Instituto Futebol de Rua, Instituto Família Barrichello, Social Skate, Fundação Cafu, Instituto Esporte & Educação.

Os eventos, gratuitos e abertos ao público, acontecem também em outros pontos espalhados pelo país. No dia 8 de abril (domingo), em Ribeirão Preto, Brasília e Fortaleza, e no dia 7 de abril (sábado), em Curitiba e Rio de Janeiro, grandes intervenções serão realizadas e toda a população será convocada a praticar esportes. Os mais de 250 voluntários, entre educadores, líderes comunitários, assistente sociais, atletas e educandos, esperam promover atividades para 5 mil pessoas, como os jovens atendidos pelas organizações e demais interessados.

“Não basta ter o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz. Entendemos que nossa responsabilidade é democratizar, com qualidade, a atividade física e o lazer, promovendo saúde e bem-estar. O esporte é capaz de favorecer o desenvolvimento humano”, explica William F. B. de Oliveira, diretor executivo do Instituto Família Barrichello, organização responsável pela Secretaria Executiva da REMS. “O espaço público deve ser usado para o bem comum. Por isso, estamos mobilizando toda nossa rede e a população para que ocupem as ruas. Nesta edição, conseguimos movimentar ainda mais instituições e voluntários”, comenta Ana Luiza de Araujo Carrança, coordenadora da REMS.

A REMS tem como missão fortalecer organizações que reconhecem o esporte como fator de desenvolvimento humano e o setor no qual elas atuam. A intenção da rede é trazer visibilidade ao trabalho das organizações, demonstrando o impacto social e o poder transformador do esporte, que inspira pessoas, instituições e governos para a promoção da saúde, do desenvolvimento humano, da ética e da cidadania.

Programação

São Paulo (SP)

Data: 8 de abril, das 10h às 13h

Local: esquina da Avenida Paulista com a Alameda Ministro Rocha Azevedo.

Atividades: As organizações da REMS oferecerão aos moradores de São Paulo e seus visitantes atividades físicas e esportivas como um passeio a pé pela Avenida Paulista (Instituto Corrida Amiga), tênis (Instituto Patrícia Medrado), Futebol 3 Tempos (Fundação Esportiva Educacional Pró Criança e Adolescente – EPROCAD), Atividade Esporte e Gênero – prática esportiva associada a reflexão sobre igualdade de gênero e Circuito lúdico (Fundação Gol de Letra), Rugby (HURRA!), Playground Basquete (Instituto Passe de Mágica), Futebol de rua (Instituto Futebol de Rua), Brincar para Jogar - Estações de atividades com jogos e brincadeiras variadas (Instituto Família Barrichello), Jogadeira (Instituto Esporte & Educação), dança (Projeto Vida Corrida), skate (ONG Social Skate), além do apoio das organizações Love.Fútbol, Fundação Cafu, Fundação Tênis, CIEDS e Plan International Brasil.

Sobre a REMS

A Rede Esporte pela Mudança Social (REMS) reúne hoje 104 instituições que utilizam o esporte como fator de desenvolvimento humano e, juntas, realizam mais de 200 mil atendimentos por ano no Brasil. Foi fundada simultaneamente no Brasil e na África do Sul em 2007, por um grupo de organizações da sociedade civil com apoio da Nike e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Esta iniciativa inspirou a criação de redes semelhantes no Reino Unido e na Argentina. A REMS traz visibilidade ao trabalho das organizações, demonstrando o impacto social e o poder transformador do esporte, que inspira pessoas, instituições e governos para a promoção da saúde, do desenvolvimento humano, da ética e da cidadania. Mais informações: http://rems.org.br/br/.

 

 

 

 

Deixe um comentário

*