Grupo CCR alerta para segurança de crianças na rodovia

Acidentes de trânsito são as principais causas de morte acidentais de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil.

A cadeirinha pode evitar em 70% os acidentes fatais com bebês e de 54% a 80% entre as crianças menores / Foto: Detran/ AnPr

Uma criança morre a cada quatro minutos no trânsito do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, em 2016, foram 1.292 mortes de 0 a 14 anos, conforme dados do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio da parceria mantida com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atento a esses dados, o Grupo CCR, responsável pelas concessões das rodovias federais CCR NovaDutra, CCR ViaLagos, CCR RodoNorte, CCR MSVia, ViaRio e CCR ViaSul (RIS), e pelas rodovias do Estado de São Paulo CCR AutoBAn, CCR ViaOeste, CCR RodoAnel e CCR SPVias, chama a atenção para os cuidados necessários para evitar acidentes e prevenir fatalidades nas rodovias, principalmente no período de férias.

Acidentes por falta de uso de cinto ou cadeirinha, soltar pipa no acostamento, atravessar a rodovia fora da passarela, andar de moto sem capacete, entre outros, estão entre os líderes de mortandade e acidentes com crianças no país.

Uma média de 3,5 crianças morre por dia, ou 105 por mês no trânsito brasileiro e a faixa etária de zero a catorze anos representa 23% desta população. Nas férias, quando o trânsito nas rodovias fica mais intenso e as crianças costumam brincar nas proximidades das estradas, ou as famílias saem em viagem, é necessário tomar algumas precauções.

Confira as dicas do Grupo CCR para garantir mais segurança às suas férias em família:

1. Não deixe de usar a cadeirinha no transporte das crianças

Lembre-se que o adulto é o responsável pelo transporte da criança e do adolescente. Por isso, não deixe de usar a cadeirinha correta – cada faixa etária tem um modelo adequado – e de prender o cinto de segurança. Esse dispositivo pode evitar em 70% os acidentes fatais com bebês e de 54% a 80% entre as crianças menores.

2. Acostamento não é local para brincadeiras

É muito comum, nas cidades lindeiras, que crianças em período de férias brinquem nas proximidades das rodovias – acostamentos ou canteiros, seja soltando pipas, ou jogando bola. Esses tipos de brincadeiras mostram-se muito perigosas, uma vez que os veículos passam em alta velocidade, dificultando a frenagem e podendo causar acidentes graves como atropelamentos. Do total de crianças mortas em 2016 em acidentes de trânsito, 35% das vítimas fatais constituíam-se de usuários não motorizados, ou seja, pedestres ou ciclistas.

Por isso, lembre-se, se quiser soltar pipa, jogar bola ou praticar algum tipo de esporte, procure um parque, praça ou área ao ar livre, própria para o lazer. Além de ser seguro, esse tipo de ambiente, evita que acidentes aconteçam.

3. Se for atravessar a rodovia, utilize a passarela

Essa dica vale para todos, crianças, adolescentes e adultos. Nunca atravesse a rodovia fora da passarela. Ela foi construída para garantir sua segurança e evitar atropelamentos. Lembre-se que a velocidade do automóvel é muito superior à sua, o que pode ocasionar acidentes graves e até mortes.

4. Esteja sempre atento

Se parar no acostamento, evite deixar que as crianças desçam do carro. Normalmente as crianças são imprevisíveis nos deslocamentos, ou seja, podem mudar de direção repentinamente, ficando na rota de colisão de automóveis e outros veículos, além disso, tendem a ter um nível de atenção menor, podendo atravessar a pista ou correr em direção aos veículos.

5. Importante sempre reforçar: use o cinto

Isso vale para todos no automóvel, bancos frontais e traseiros e na cadeirinha, principalmente. Como crianças possuem estrutura corporal mais frágil, podem ser mais susceptíveis a traumatismos em caso de impacto.

O Grupo CCR deseja a você e sua família uma excelente viagem!

#GrupoCCR #OMS #UFPR #CCRNovaDutra #CCRViaLagos #CCRRodoNorte #CCRMSVia #ViaRio

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*