Galeria paulistana recebe obras de Andrey Rossi e Thiago Toes

Com a mostra "Duas metades de um", parceria entre as galerias OMA e Baró selam intercâmbio de artistas.

Dia 09 de novembro abriu a exposição "Duas metades e um" dos artistas Andrey Rossi e Thiago Toes, na Baró Galeria em São Paulo, mostra essa que é fruto da parceria desta com a OMA Galeria, de São Bernardo do Campo. Esse tipo de intercâmbio de artistas entre galerias se mostra como grande potencial na difusão da arte contemporânea, além de viabilizar trocas de experiências, e promover a galeria como um espaço horizontal e de diálogo para além do seu quadro de artistas representados.

Essa ação é vista como oportunidade de apresentar novas práticas e projetos no que diz respeito a estrutura já usual no circuito artístico, uma vez que as galerias não são apenas um espaço de comércio comum, acima de tudo elas são um local de exibição de práticas estéticas e discursivas. Um exemplo de sucesso dessa fórmula foi o recente sucesso da exposição de Lourival Cuquinha na OMA Galeria, cuja a mostra já havia sido apresentada no espaço da Baró, porém a exposição tomou um novo corpo, sendo vista por outros olhares, tendo uma outra dinâmica e ganhando novos desdobramentos.

Artista: Andrey Rossi; título: Sobre pássaros

A mostra "Duas metades e um" por sua vez é inédita e apresenta as mais recentes produções de Andrey Rossi e Thiago Toes, tendo curadoria de Thomaz Pacheco, serão exibidas pinturas, desenhos e uma escultura que ocupam o espaço anexo da galeria, "sutilmente é possível notar que as obras apontam para a pintura como epicentro no trabalho dos dois artistas" anuncia Thomaz.

Colocar lado a lado Toes e Rossi é provocar o sentido por meio do distanciamento do óbvio, se por um lado Andrey Rossi tem uma pintura com características mais realista em tons de ocre e sépia, sobre um suporte gasto e agressivo, por outro lado Thiago Toes revela cores vibrantes e personagens que surgem em meio a linearidade.

Artista: Thiago Toes; título: Cavaleiro 1 (Da série. Os onze cavaleiros)

No entanto a relação discursiva entre os artistas não é distante, uma vez que ela se dá de forma afetiva, oriunda do embate das possibilidades da pintura quanto meio, o figurativo no trabalho dos artistas se torna um norte, respeitado e protagonista. O trabalho de Toes fala sobre identidade e tempo, por meio de metáforas e alusões ao universo e aos mascarados, enquanto Rossi apresenta um trabalho reflexivo sobre a temeridade da fragilidade e transitoriedade do indivíduo e do corpo, impostas pelo tempo.

A mostra ocorre em paralelo a exposição "O Sentido do Original na Gravura" uma coletiva com os artistas Cezar Brandão, Jorge Francisco Soto, Clemente Padin, Falves Silva e Almandrade, um pequeno agrupamento de gravuras de importantes artistas sul americanos. Durante as aberturas, haverá lançamento de livros poemas e álbuns impressos em serigrafias com edições limitadas, as mostras ficaram em cartaz até o dia 18 de janeiro.

Serviço:

Exposição Coletiva: Duas metades e um

Local: Baró Galeria

Abertura: 09/11/2018 - 10h as 19h

Visitação: 10/11 a 18/01/2019.

Horário de Funcionamento: Seg. 14h as 19h/ Ter. a Sex. 10h as 19h / Sáb. 11h as 19h.

Endereço: Rua da Consolação, 3417. São Paulo. SP. CEP 01416-003

Telefone: +55 (11) 3666-6489

E-mail: contato@omagaleria.com e info@barogaleria.com

Valor: gratuito

#AndreyRossi #ThiagoToes #BaroGaleria #OMAGaleria

Deixe um comentário