Embratur reforça parcerias para impulsionar o turismo catarinense

Argentina, Uruguai e Chile são os principais emissores de turistas para este estado, aponta pesquisa da autarquia.

Leonel Pavan, secretário de Turismo de SC; Vinicius Lummertz, presidente da Embratur; e Valdir Walendowski, presidente da Santur (Foto: Luiz Francisconi/Ascom SOL)

Leonel Pavan, secretário de Turismo de SC, Lummertz, presidente da Embratur; e Valdir Walendowski, presidente da Santur. (Foto: Luiz Francisconi/Ascom SOL)

O presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinicius Lummertz, se reuniu nesta quinta-feira (2) com integrantes da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), o trade turístico catarinense e entidades do setor para discutir ações de promoção de Santa Catarina na América do Sul.

De acordo com Lummertz, a proximidade e a conectividade são dois critérios motivadores para ampliar a oferta dos destinos catarinenses. Mas, para isso, é preciso promover parcerias para aumentar o fluxo de visitantes, principalmente dos países vizinhos. Esse posicionamento foi corroborado pelo secretário da SOL, Leonel Pavan, na ocasião, que também aposta na “busca de parcerias para o fortalecimento do setor no atual cenário de crise e de cortes orçamentários”.

“O Brasil tem o maior potencial do mundo para o turismo, o que inclui o Sul do País. É preciso que sejam derrubadas de uma vez por todas as barreiras dos visitantes do exterior pra cá. Por isso, a necessidade da criação de uma agência moderna capaz de investir, contar com parcerias e captar mais turistas. O Mais Turismo, programa do governo federal, propõe fazer reformas no turismopara que o Brasil se modernize, para que os brasileiros desse setor possam ganhar mais, sejam mais produtivos e para que tenhamos mais resultados e perspectivas”, defendeu Vinicius Lummertz.

A consultora de Inteligência Turística Gisele Lima apresentou, durante o encontro, dados de uma recente pesquisa da Embratur sobre os mercados sul-americanos, que indicou um alto potencial de crescimento na emissão de turistas, sobretudo da Argentina, Uruguai e Chile para Santa Catarina. A análise apontou uma tendência de aumento do e-commerce no setor turístico, com cada vez mais consumidores definindo suas compras pela internet e redes sociais. “Mais 70% dos visitantes sul-americanos que vem para o Brasil não utilizaram agências físicas de viagens, e sim as buscas virtuais”, informou a consultora.

Participaram ainda da reunião o secretário-adjunto da SOL, Francisco dos Anjos; o presidente da Santur, Valdir Walendowski; o presidente do Conselho Estadual de Turismo, Rogério Siqueira; o secretário de Turismo de Florianópolis, Vinícius de Lucca; e o secretário-adjunto de Turismo de Balneário Camboriú, Nelson Oliveira; além de diversos representantes de entidades ligadas ao setor em Santa Catarina.

Informações de mercado

Argentina, Peru, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai e Uruguai foram os mercados sul-americanos nos quais a Embratur atuou fortemente no último ano. Na Argentina, por exemplo, foram realizadas 14 capacitações em parceria com companhias aéreas brasileiras, operadoras e agências de viagens argentinas. No total, mais de 230 profissionais, entre agentes de viagens, gerentes e funcionários de setores de vendas das empresas foram capacitados para comercializar os melhores destinos brasileiros no País.

SERVIÇO:

Embratur

(61) 2023-8541
www.embratur.gov.br
www.twitter.com/embraturnews
www.facebook.com/embraturbrasil
www.instagram.com/embraturbrasil

Deixe um comentário

*