Embratur e Ministério do Turismo paraguaio discutem ações conjuntas de promoção

Encontro durante a FITPAR busca aproximação dos destinos sul-americanos para atração de turistas internacionais.

Presidente da Embratur, Teté Bezerra, e ministra do Turismo do Paraguai, Sofia Montiel

O desenvolvimento de ações conjuntas entre o Brasil e o Paraguai, potencializando destinos turísticos comuns aos dois países, como o das missões jesuíticas, foi a principal pauta de encontro entre a presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Teté Bezerra, e a ministra de Turismo do Paraguai, Sophia Montiel. A reunião foi realizada durante a Feira Internacional de Turismo do Paraguai (Fitpar), que se encerra neste domingo (14) no Centro de Convenções Mariscal Lopez, em Assunção, no Paraguai.

Ao lado do diplomata Luiz Felipe Flores Schmidt, representando a embaixada do Brasil no Paraguai, e da assessora Técnica da Embratur, Leila Holsbach, Teté Bezerra se colocou à disposição do governo do Paraguai para trabalhar ações conjuntas  entre os dois países. 

Além das missões jesuíticas, que possuem roteiros incluindo visita a igrejas e monumentos erguidos pelos jesuítas há mais de 400 anos, como pontos de atração, sendo sete deles  no Paraguai, oito no Brasil e 15 na Argentina, a presidente da Embratur falou sobre a Itaipu Binacional e o Pantanal de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. “Temos muito pontos turísticos que nos unem e podem ser melhor trabalhados”, considerou a Teté Bezerra.

Na avaliação da ministra do Turismo do Parauguai, Sofia Montiel, a promoção conjunta é um caminho natural a ser buscado. Ela reforçou também a necessidade de diminuir as barreiras entre Brasil, Paraguai e Argentina para facilitar cada vez mais o trânsito de turistas em pontos comuns aos três países, citando a tríplice fronteira e a região das Cataratas do Iguaçu como exemplo. “Paraguai e Brasil, em especial, podem e devem estreitar mais suas ações”, reforçou Montiel.

Convite especial

O diplomata Luiz Shmidt, da embaixada brasileira no Paraguai, informou que a derrubada de barreiras entre os três países, não apenas no turismo, mas em diversas outras áreas, continua na pauta do Mercosul e deve ser reforçada na próxima reunião.

Como parte da proposta de ações conjuntas entre Brasil e Paraguai, Teté Bezerra convidou a ministra do Paraguai a participar de uma apresentação que a Embratur fará na WTM Londres, considerada uma das maiores feiras de turismo do mundo e que será realizada no início do próximo mês de novembro. “Vamos mostrar o Pantanal e seria muito bom contar com a presença da ministra Sofia conosco lá, assim como algum representantes da Bolívia, porque o Pantanal é único e indivisível”, avaliou Teté.

No primeiro semestre desse ano, a Embratur fez uma promoção das Cataratas do Iguaçu em parceria com a Argentina. Em conjuntos, os dois países participaram da Feira ITB, em Shangai, mostrando para centenas de operadores turísticos chineses um dos destinos brasileiros e argentinos mais visitados por turistas estrangeiros. O resultado foi altamente satisfatório. “Existem muitos destinos, muitas rotas, que podem agregar o interesse do turista se for trabalhado em conjunto”, reforçou Teté.

#Embratur #MinisteriodoTurismo #TurismoBrasilParaguai

Deixe um comentário