Deficiência de Vitamina D pode agravar casos de pessoas com coronavírus

80% dos pacientes apresentavam deficiência do hormônio no organismo.

Pacientes com baixos índices do hormônio possuem maior chance de internação em Unidades de Terapia Intensiva.

A Vitamina D, fundamental para o fortalecimento do sistema imunológico, também diminui os riscos por infecções respiratórias e melhora a eficiência de trocas gasosas no pulmão, além de ser essencial para o fortalecimento ósseo, saúde do coração e controle da diabetes. De acordo com estudo realizado em um hospital da Espanha, 80% dos enfermos com covid-19 apresentavam deficiência da Vitamina D no organismo. Os pacientes com baixos índices do hormônio possuem maior chance de internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e tempo de internação nos hospitais.

Segundo o nutricionista da Clínica-escola da Universidade UNG, Cauê Araújo, sabe-se que diariamente precisamos de minimamente 400 UI (unidades internacionais) de vitamina D, entretanto novos estudos científicos mostram que essa necessidade diária pode estar abaixo do que realmente necessitamos. “Além da exposição ao sol, a vitamina D pode ser absorvida pela ingestão diária de alimentos ideais para esta finalidade ou suplementação”, explica.

Confira alguns alimentos indicados pelo nutricionista, que são fontes de vitamina D.

Salmão

O salmão é o campeão quando se trata de fonte alimentar de vitamina D. Dentre as fontes proteicas, em 100g de salmão selvagem temos aproximadamente cerca de 600 ~ 1000UI e esta grande variação é devido a procedência do produto.

Sardinha

A sardinha enlatada possui a quantidades com melhor custo/benefício. Aproximadamente 300UI em 100 gramas de alimento consumido.

Atum

O atum tem uma quantidade generosa de vitamina D em sua composição, com aproximadamente 230UI em aproximadamente 90 gramas.

Gema de Ovo

Sabe-se que o ovo tem inúmeras propriedades e sua gema é grande fonte de diversos nutrientes, contendo cerca de 20UI por unidade de gema consumidas.

Leite de vaca e Iogurtes

Os lácteos são fontes alimentares de cálcio que também é um mineral importantíssimo quando se trata de vitamina D. Cada litro de leite possui cerca de 40UI, já de iogurtes a cada 100ml, aproximadamente 90UI.

#UNG #covid19 #UTI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*