Uso de enzimas em panificação e o desenvolvimento sustentável do planeta

A aplicação da enzima premium BakeZyme Master estende a vida útil dos produtos, combatendo o desperdício de alimentos.

Por Priscila Porto

Comprometida com a sociedade no desenvolvimento de soluções inovadoras para as áreas de Nutrição e Saúde, um dos compromissos da Royal DSM é a redução do desperdício de alimentos por meio de ingredientes sustentáveis às indústrias de panificação, com tecnologias de alta performance oferecendo benefícios notórios para o consumidor.

Um estudo publicado pela companhia em janeiro deste ano, “Future of Food survey”, mostrou que os consumidores estão cada vez mais preocupados com a formulação dos produtos dessa indústria, optando por alimentos mais seguros e saudáveis, bem como estão mais atentos em reduzir o desperdício por meio de escolhas mais sustentáveis, sendo 67% das pessoas em todo o mundo comprometidas com esse impulsionamento. Além disso, a ascensão da conveniência e da praticidade também está em pauta. Com horários agitados, os consumidores buscam por comodidade ao substituir refeições por lanches, optando por alimentos que proporcionem sabor, frescor, qualidade e que detenham menor impacto ambiental.

Alinhada com estas tendências, a DSM oferece tecnologias enzimáticas com atividades únicas e específicas, garantindo resultados confiáveis e consistentes, graças à sua capacidade de catalisar processos com precisão, sob condições específicas de temperatura e pH. Uma vez concluído o processo, elas se tornam inativas, simplificando habilmente o processo de panificação de pães, bolos, panetones, tortilhas e biscoitos, com ou sem glúten, atendendo assim uma variedade de requisitos como pães com boa estrutura de miolo, fresquinho e saboroso por mais tempo.

A aplicação da enzima premium BakeZyme Master, uma amilase maltogênica de nova geração, desempenha muito bem o papel de estender a vida útil dos produtos, combatendo de forma efetiva o desperdício de alimentos. Outra vantagem dessa enzima é aumentar a elasticidade dos produtos de panificação, como as tortilhas. Com BakeZym® Master, a tortilha não racha nos pontos de dobra, o que confere um diferencial para o produto na hora de conquistar o consumidor.

Acreditamos que frescor, conveniência e desperdício andam de mãos dadas e, pensando no futuro, a DSM quer ajudar toda a cadeia produtiva fornecendo soluções tecnológicas de alta qualidade e segurança com menor impacto ambiental, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da sociedade e de todo o planeta.

Priscila Porto, é Engenheira de Alimentos e atua como Gerente de Vendas Regionais de Baking Enzymes para América Latina na DSM.

#RoyalDSM #BakeZymeMaster #FutureofFoodsurvey #BakingEnzymes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*