Mitsubá abre as portas no Rio Design Leblon

Reconhecido pela qualidade e grande variedade de peixes, tradicional restaurante japonês foi inaugurado depois de cem dias pronto.

A casa se tornou referência no Rio de Janeiro, pela qualidade e diversidade de peixes oferecidos no cardápio. Foto: Tomás Rangel

Restaurante de culinária tradicional japonesa com a maior variedade de peixes frescos da costa brasileira, o Mitsubá iniciou um novo capítulo em sua história nesta terça-feira, dia 07 de julho. Inaugurado em 2004 na Tijuca, a casa logo se tornou referência no Rio de Janeiro, principalmente pela qualidade e grande diversidade de peixes oferecidos no cardápio, preparados com maestria pelo chef Eduardo Nakahara. Após ter conquistado prêmios e uma legião de clientes fiéis, o Mitsubá abre as portas em um novo endereço, no Rio Design Leblon.

O novo ambiente, mais amplo, permite o devido afastamento das mesas, conforme as normas de segurança em função do coronavírus. Sob a orientação da nutricionista Elvira Cozzolino, toda a equipe recebeu treinamento sobre as regras no combate ao vírus, que incluem etiqueta respiratória, uso de máscaras e limpeza de áreas recorrentes, além de álcool em gel à disposição de clientes e colaboradores. E, aos clientes que ainda preferirem permanecer em casa neste momento, o Mitsubá já abre com delivery. As entregas estão disponíveis em toda a zona sul e, é claro, na Tijuca.

Foto: Tomás Rangel.
No comando da cozinha, Nakahara permanece surpreendendo, com peças preparadas com peixes raramente encontrados em outros restaurantes da cidade, como faqueco, perna de moça, prejereba e carapeba. A disponibilidade dos peixes é sazonal, mas há dias em que a casa chega a ter 15 tipos diferentes de peixe branco no menu. Expert na arte de trabalhar com peixes pequenos ou de pouca carne, Nakahara apresenta um novo horizonte de possibilidades aos fãs de sushis e sashimis.

O sushiman preza pelo cuidado na preparação do shari (arroz de sushi), de forma que harmonize bem e que não interfira no sabor do peixe e dos temperos que utiliza sobre as peças. E são justamente estes temperos artesanais um dos grandes destaques de seu trabalho. Eles são elaborados de acordo com cada tipo de peixe, variando entre sabores ácidos, picantes, adocicados, cítricos, entre outros.

Ainda no menu, além de mais opções de pratos quentes e de uma carta de drinks autorais, criada especialmente para harmonizar com receitas da culinária japonesa, há pela primeira vez receitas veganas, assunto sobre o qual Nakahara vem estudando e se dedicando a fazer testes já há algum tempo. No almoço, além de um cardápio com preços diferenciados, há também opções de bentô.

Foto: Tomás Rangel.

O novo Mitsubá apresenta projeto de arquitetura assinado por Bel Lobo, com balcão de 14 metros, que dá lugar ao preparo de receitas frias e coquetéis exclusivos, elaborados pelo barman Murilo Antunes. Na parede principal, atrás do balcão, chamam atenção as ilustrações feitas à mão pela artista plástica Clara Veiga – um robalo e um badejo. Conhecida por seu trabalho com canetas Bic, ela ainda criou mais ilustrações, com o mar como inspiração, que podem ser vistas em pontos da casa e em itens como o cardápio. O restaurante ficou pronto em março, às vésperas da pandemia, e esperou cem dias para ser inaugurado.

À frente da empreitada estão os sócios Homero Cassiano, Cello Camolese, Breno Naar, Fernanda Hermanny e Julien Turri.

Restaurante Mitsubá – Av. Ataulfo de Paiva, 270 – Rio Design Leblon. Tel: 2264-1232. De segunda a domingo, das 12h às 20h.

http://www.restaurantemitsuba.com.br/ @restaurantemitsuba

#MITSUBA #RioDesignLeblon #EduardoNakahara #bento #sushis #sashimis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*