Especialista dá dicas de como colocar em prática as metas do ano novo

 

Psicólogo explica que o primeiro passo é deixar a zona de conforto.

Para o ano novo, reveja os seus objetivos e trace o que é mais fácil de realizar neste momento.

Todo final de ano sempre ouvimos algumas frases clichês como: “ano que vem eu vou emagrecer”, “prometo que no próximo ano vou mudar de vida”, porém as vezes não conseguimos colocar em prática as metas que tínhamos definido. Mas por qual motivo isso acontece?

O coordenador do curso de psicologia da Anhanguera, José Franco, explica que muitas pessoas não sabem desempenhar essas metas, mas existem muitas maneiras de trabalhar no autodesenvolvimento e no aprimoramento pessoal que auxiliam nesse processo.

“É necessário ter em mente que pequenas e poucas metas são mais eficazes para se colocar em prática do que muitas metas ou metas muito complexas”. Por isso, reveja os seus objetivos e trace o que é mais fácil de realizar neste momento. Esse processo dá mais ânimo e motivação para que você possa seguir em frente e atingir as metas, afinal, metas complexas podem ser inatingíveis, e nada pior do que a frustração de não conseguir alcançar os objetivos, destaca Franco.

Para auxiliar nesse processo, o docente elencou algumas dicas:

– Menos promessa, mais ação

Tenha foco no que realmente tem importância, faça uma lista de prioridades, não muitas, mas poucas, e de preferência, que sejam atingíveis. Existe sempre um desejo no início do ano de renovar tudo, porém é necessário saber que realizar tudo de uma única vez é impossível. Portanto, priorize as metas que realmente importam para você. Não prometa algo simplesmente por prometer e se realmente deseja aquilo corra atrás para realizar.

– Compartilhe as metas

Torna-las públicas ajuda no processo, também deixa-las visíveis para você mesmo pode lhe inspirar todos os dias em direção as mesmas, isso também aumenta sua responsabilidade na realização do que foi planejado, exigindo mais força e ação, aumentando a autocobrança.

– Fatie-as para a realização completa

Para atingir uma meta é preciso fatiar até o cumprimento do objetivo, em outras palavras, faça pequenas metas intermediárias, pode chamar até de “submeta”, isso irá te ajudar a chegar lá, dando uma sensação de conquista e contribuindo com mais energia para os próximos passos. Exemplo: Se a meta é ler, comece por livro menor, ou mesmo, dividir a semana em capítulos ou quantidade de páginas. Se for um triátlon comece com uma corrida de 100 metros, o importante é começar.

#psicologia
#Anhanguera
#autocobranca
#triatlon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*