Distrito Turístico da Mata Atlântica aprova estatuto e define plano de ações

Reunião mobilizou representantes do turismo local em debate de plano estratégico para a região.

Membros do Conselho Gestor do distrito turístico Portal da Mata Atlântica se reúnem em Ibiúna.

A Estância Turística de Ibiúna realizou, na última semana, a segunda reunião do Conselho Gestor do Portal da Mata Atlântica, com aprovação do Estatuto do Distrito, do plano de ação e uma agenda prioritária do distrito para os próximos meses, além de parcerias para promover e ampliar a qualidade da oferta turística da região. Ficaram definidas reuniões periódicas trimestrais nos empreendimentos-âncora de Ibiúna, Juquiá, Miracatu, Piedade e Tapiraí.

A reunião foi coordenada pela presidente do conselho do Distrito, Patrícia Haberkorn; pelo vice, Fernando Vanucci; pela secretária-executiva, Daniela Gardenitz; e teve a participação de representantes das secretarias de Turismo e Viagens de SP, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Logística, das prefeituras e empreendimentos turísticos da região.

MAIOR CORREDOR DA MATA ATLÂNTICA

Criado em junho deste ano, o Distrito Turístico Portal da Mata Atlântica concentra o maior corredor de Mata Atlântica preservada do país. Está localizado no coração do Vale do Ribeira, a menos de 150 Km da capital paulista, e integra, de forma estratégica, áreas turísticas de grande potencial dos cinco municípios que o integram.

Com uma das maiores biodiversidade do planeta, o Vale do Ribeira é considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco – e a criação do novo distrito turístico é parte de um conjunto de iniciativas da Secretaria de Turismo e Viagens de São Paulo (Setur-SP) para fomentar o desenvolvimento sustentável por meio da atividade turística.

Publicado em Diário Oficial por meio de decreto (68.449), o Portal da Mata Atlântica tem mais de 20 atrações ligadas ao turismo de natureza e aventura, como rafting, canoagem, trilhas, safaris, além de atividades como observação de aves e astros, empreendimentos ligados à gastronomia regional e hospedagens. Entre suas atrações, o Legado das Águas, uma reserva privada de 31 mil hectares com mais 1.800 espécies animais e vegetais.

OPORTUNIDADES DE TURISMO

A organização como distrito turístico pode gerar impactos significativos na visitação. Considerando todos os distritos do estado, pode movimentar cerca de R$ 10,3 bilhões no estado até 2030, de acordo com o Centro de Inteligência da Economia do Turismo. O distrito promove condições favoráveis para se criar um território seguro e sustentável fortalecendo empreendimentos e incentivando a instalação de novos negócios.

Seu modelo de organização tem foco na atração de investimentos públicos e privados, gerando benefícios econômicos com o aumento no fluxo de turistas. Recentemente, a Secretaria lançou um manual de boas práticas para distritos turísticos (https://www.turismo.sp.gov.br/manual-de-distritos-turisticos) e criou um fórum permanente para reunir e divulgar soluções para desafios de infraestrutura, incentivos econômicos e aprofundamento de políticas públicas.

#DistritoTurísticoDaMataAtlântica #PortalDaMataAtlântica #MataAtlântica #PlanoDeAçõesDeTurismo #TurismoMataAtlântica #Turismo #ValeDoRibeira #SeturSP #GovernoDeSãoPaulo @setursp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*