Weleda e Natura recebem selo de produção ética

Para a Natura, trata-se de um reconhecimento de duas décadas de trabalho com a biodiversidade brasileira.

Weleda e a linha Ekos, da Natura, receberam em Paris a certificação internacional da União para o Biocomércio Ético (UEBT), que reconhece o sistema de abastecimento seguindo normas de respeito e ética no uso de ingredientes naturais em seus produtos. A UEBT é uma organização sem fins lucrativos que visa a garantir que as cadeias de fornecimento de matérias-primas assegurem o desenvolvimento local e a conservação da biodiversidade, em conjunto com o crescimento sustentável dos negócios.

“A sustentabilidade não é uma meta para nós, mas sim um processo em que buscamos constantemente aprimorar as operações”, afirma Annette Piperidis, gerente de abastecimento sustentável da Weleda. O rótulo UEBT começará a aparecer nos produtos da empresa a partir de 2019. Para a Natura, trata-se de um reconhecimento de duas décadas de trabalho com a biodiversidade brasileira, que envolve mais de 5 mil famílias e já movimentou mais de R$ 1 bilhão em volume de negócios na Amazônia. “Esse é o nosso jeito de fazer negócios, em que a floresta vale mais em pé do que derrubada e gera valor para todos,” diz o CEO João Paulo Ferreira.

O rótulo UEBT começará a aparecer nos produtos da empresa a partir de 2019.

Para receber uma certificação, a organização analisa toda a cadeia de fornecimento de uma empresa e confirma se ela incorporou seus requisitos ao sistema para obter e processar o uso de ingredientes naturais. A segunda etapa exige que os serviços de abastecimento sejam examinados mais de perto para verificar se as regras foram implementadas. “Ao atender nosso padrão internacionalmente reconhecido, uma empresa garante aos clientes que, ao adquirir matérias-primas, a biodiversidade é aproveitada de forma sustentável e que todos os parceiros ao longo da cadeia são tratados de modo equitativo”, ressalta Rik Kutsch Lojenga, diretor executivo da UEBT.

FONTE: Redação Panorama Farmacêutico

Deixe um comentário