Turismo de experiência chega aos jogos de fuga


Abordado inicialmente no artigo The Experience Economy, dos pesquisadores Joseph Pine e James Gilmore, o chamado Turismo de Experiência vem desde os anos 90 configurando uma nova tendência de mercado que tem revolucionado a forma como consumidores se relacionam com viagens e lazer.

Se antes bastava fazer as malas para conhecer novos lugares e formas de entretenimento, hoje o consumidor de turismo quer experiências que vão além do valor econômico das coisas. “Ele quer algo único e especial, quer experimentar e se inserir em novas culturas e realidades dentro dos mais diferentes roteiros”, diz Vanessa von Leszna, proprietária do Escape Hotel – empreendimento de jogos de fuga na cidade de São Paulo que, há um par de meses, vem registrando um excitante movimento: o de famílias, grupos de terceira idade, equipes de escapers e de millenials de todo o País que buscam se divertir e criar memórias afetivas e sensoriais nas salas de escapada do EH.

“Turistas das mais variadas idades chegam animados e por vezes passam o dia todo aqui”, diz Vanessa. “Eles vêm, jogam, saem para almoçar nas redondezas e voltam para `maratonar` mais algumas escapadas antes de voltar para as cidades ou Estados de origem ou para onde estão hospedados na capital paulista”.

É o caso do bioquímico Yuri Alberto Tomaz da Silva. Natural de Santa Catarina, Yuri tem 39 anos e começou a jogar com a esposa e a filha em viagens que fez para o Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo. Apaixonado pela experiência, ele resolveu criar um grupo para encontrar outros potenciais escapers a fim de viajar Brasil afora. O interesse foi imediato e rapidamente ele montou uma equipe em Santa Catarina. “Jogamos nas principais salas do Estado e em seguida fomos a São Paulo para jogar durante a Escape Week, um importante evento anual que democratiza os jogos de escape oferecendo promoções nas principais escape rooms do Brasil”.

Yuri e equipe jogaram 13 salas em apenas dois dias de evento e tiveram o primeiro contato com o Escape Hotel. “Jogamos A Máfia em 8 pessoas e o que mais nos chamou atenção, além da estrutura e do atendimento, foi entrar em contato pela primeira vez com um jogo tão imersivo que conta com um personagem em sala e mistura jogos de fuga e de tabuleiro”. Meses depois, Yuri e sua equipe de escapers voltaram a São Paulo para jogar no Escape Hotel. Desta vez, o desafio foi O Zoológico do Dr. Moreau, “uma sala deliciosa de se jogar, que flui muito bem com enigmas e efeitos sonoros que ajudam ainda mais na imersão”.

O bioquímico planeja agora retornar a São Paulo o quanto antes para maratonar no Escape Hotel. “Estamos ansiosos! É uma casa de jogos de fuga inigualável, uma excelente opção em turismo de experiência cuja imersão começa já na calçada com a abertura das portas do hotel temático”.

Diferencial

Integrante do cada vez mais ativo roteiro turístico de entretenimento de fuga na capital paulista, o Escape Hotel é a casa das escapadas mais imersivas do Brasil, com escape rooms roteirizadas pela equipe do EH e que levam o jogador a uma experiência única no País. São oito salas com diferentes temáticas, níveis de dificuldade e número de participantes.

Para 2 a 8 pessoas, as opções de uma hora de jogo são Cena do Crime (investigação estilo Sherlock Holmes), Drácula, O Templo (aventura a la Indiana Jones), Loira do Banheiro (lenda urbana mais famosa do Brasil) e O Zoológico do Dr Moreau (inspirado no clássico literário de HG Wells). Já para 2 a 5 jogadores, a escapada é a intergaláctica Perdidos no Espaço, que dura 40 minutos e brinca com noções de tempo e espaço.

Grupos maiores, de 6 a 16 integrantes, podem se divertir em A Máfia, uma eletrizante disputa de gangsteres que combina elementos de fuga e de tabuleiro e conta com a presença de um personagem em sala. Há também Máfia Kids, versão infantil de A Máfia, com enigmas especialmente formatados para crianças de 7 a 11 anos de idade. Ambas as salas têm duração de uma hora.

Localizado em um charmoso prédio de três andares em Pinheiros, badalado bairro de São Paulo com ampla rede hoteleira, de bares e restaurantes e fácil acesso a transporte público para qualquer ponto da cidade, o Escape Hotel conta ainda com salas bilíngues para grupos de turistas locais e internacionais, além de jogos de fuga customizados para treinamentos de RH e vivências de imersão para o mercado corporativo.

Para saber mais sobre o Escape Hotel, acesse www.escapehotel.com.br

#TheExperienceEconomy #EscapeHotel #VanessavonLeszna 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*