Toxinas do cigarro podem causar câncer no focinho dos animais

Fumantes devem ter cuidados redobrados com circulação de ar e limpeza dos ambientes para proteger os pets também de doenças respiratórias.

Toxinas do cigarro: um risco que eu pet não precisa correr.

Toxinas do cigarro: um risco que eu pet não precisa correr.

Muitos fumantes de cigarros se esquecem que a fumaça exalada pelo tabaco também prejudica a saúde dos chamados fumantes passivos. Os animais de estimação não estão imunes a essa situação e podem desenvolver sérios problemas de saúde caso os donos não tomem algumas medidas. De acordo com Dr. Marcelo Quinzani, veterinário do Hospital Pet Care, os animais ficam ainda mais vulneráveis quando convivem com os donos em ambientes fechados. “Quanto mais restrito for o ambiente, maior o risco de contato intenso com a fumaça e inalantes provenientes do cigarro de seus donos”, alerta o profissional.

No entanto, ele lembra que não é apenas a fumaça que atinge a saúde dos cães e gatos. “Os resíduos tóxicos eliminados na fumaça do cigarro se fixam no ambiente, como em carpetes, móveis, paredes, ou no próprio pelo do animal, sendo tão ou mais prejudiciais que a própria fumaça inalada”, explica. Desta forma, o animal que fica isolado enquanto seu dono fuma pode vir a ter contato com as toxinas que se instalam nos estofados, por exemplo.

Segundo Quinzani, as doenças mais comuns em cães que inalam fumaça do cigarro são: o carcinoma de células escamosas das narinas ou câncer de pulmão, dependendo do tamanho do focinho do animal.

Como agem os focinhos

Segundo o médico veterinário, os focinhos dos cães e gatos são filtros que absorvem as toxinas do ar. “Ao inalar a fumaça do cigarro, as células das narinas tentam retirar o maior número de substâncias tóxicas inaladas”, detalha. Assim, essa parte do corpo do pet é responsável por absorver o máximo de substâncias ruins. “Quanto maior o nariz do animal, ou seja, quanto mais filtro tiver, maior vai ser a concentração de substâncias retidas”, conclui. Desta forma, segundo Quinzani, as doenças às quais eles são mais propensos variam conforme o tipo de focinho.

Raças de cães como Labrador, Golden Retriever e Pastores tendem a desenvolver doenças nesta região, onde ficarão retidas as toxinas. “Cães de focinho mais curto, como da raça Boxer, Bulldogue e Pug, podem ter uma incidência menor de câncer nas narinas, mas possuem mais chance de desenvolver câncer no pulmão”, destaca o especialista.

Já nos gatos, a tendência maior é de desenvolver linfoma maligno, segundo um estudo da Universidade de Tufts de 2002. “Além disso, o hábito comum em gatos de se lamberem constantemente aumenta a incidência de câncer de boca”, alerta o veterinário, que também destaca as doenças respiratórias, como bronquites, que podem afetar bastante os felinos em decorrência das toxinas do cigarro. 

O segredo é evitar

Segundo Marcelo Quinzani, a melhor forma de restringir o contato dos pets com a fumaça dos cigarros é evitar fumar em lugares fechados. “Isso impediria a impregnação das substâncias tóxicas nos móveis, tapetes e cortinas, com que o cão ou gato teria contato depois”. Mesmo em áreas abertas, é importante o pet esteja afastado da fumaça. “Não há outra forma de minimizar os problemas do fumo passivo nos animais”, conclui.

Estrutura completa

Fundado em 1990, o Hospital Veterinário Pet Care oferece a mais completa estrutura de atendimento clínico, cirúrgico e diagnóstico para pequenos animais. Seu corpo clínico é constituído por mais de 80 veterinários e especialistas altamente qualificados, com formação nas melhores escolas de Medicina Veterinária.

Com atendimento 24 horas para casos emergenciais, o hospital atende a diversas especialidades (entre elas cardiologia, neurologia, ortopedia, endocrinologia e dermatologia) e conta com equipamentos de diagnósticos de última geração, plano de saúde próprio (com direito a tratamento periodontal), salas de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

SERVIÇO:

Hospital Veterinário Pet Care     

Unidade Ibirapuera: Av. República do Líbano, 270 – São Paulo

Unidade Pacaembu: Av. Pacaembu, 1839 – São Paulo

Unidade Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 3001 – São Paulo

Unidade Tatuapé: Rua Serra do Japi, 965 – São Paulo

Site: www.petcare.com.br 

Redes sociais:

Blog: http://petcare.com.br/blog/

Twitter: http://twitter.com/hvpetcare

Facebook: http://www.facebook.com/hvpetcare

Comments are closed.