Sesc Pompeia apresenta peça infantil “Simbad, o Navegante”

Lenda presente nas "Mil e uma Noites", peça tem adaptação especial feita pela Cia. Circo Mínimo.

Lenda presente nas “Mil e uma Noites”, peça tem adaptação especial feita pela Cia. Circo Mínimo.

“Simbad, o Navegante” é uma das histórias que fascinam o rei em “Mil e uma Noites”. Junto com outros contos famosos, como “Aladim e a Lâmpada Maravilhosa” e “Ali Babá e os Quarentas Ladrões”, a cultura árabe ganhou notoriedade mundial e o livro se tornou clássico da literatura. Do escrito para o interpretado, a Cia. Circo Mínimo traz uma montagem especial da narrativa para curta temporada que estreia no dia 28 de fevereiro (sábado), às 12h, no Teatro do Sesc Pompeia. 

Na peça, dois palhaços contadores de histórias compartilham com a plateia as aventuras de Simbad, um homem que desbravou o mundo em busca de riquezas e desafios. Adaptado da nova tradução feita de “Mil e uma Noites”, feita por Mamede Arouche, o espetáculo é protagonizado por Rodrigo Matheus – ator e fundador da Cia. Circo Mínimo – e pelo ator Ronaldo Aguiar. A temporada se inicia no dia 28 de fevereiro e se estende até dia 19 de abril, aos sábados e domingos; com sessão adicional que acontece dia 21 de abril (terça, feriado), no mesmo horário.

Vida proletária

A lenda apresenta Simbad, um carregador de mercadorias que não suporta mais sua vida proletária sem retorno financeiro. Ao se lamentar em frente a uma mansão, o trabalhador é chamado para entrar e conhecer seu xará, Simbad, apelidado de “o navegante”. Ele o convida para escutar suas histórias pelos sete mares, para mostrá-lo que a riqueza que possui não foi conquistada gratuitamente, mas sim à custa de seu esforço. Já na peça, quem apresenta essa dualidade de opiniões são os dois palhaços, que com personalidades diferentes encenam e conversam sobre as aventuras do marujo. 

Durante o espetáculo, o Circo Mínimo estimula a participação da plateia como coautora. Da mesma maneira que “Mil e Uma Noites” não tem um autor específico, sendo fruto de construção popular de histórias da região, a diretora do espetáculo, Carla Candiotto, faz esse paralelo concreto no decorrer da apresentação. 

Além disso, um elemento que incrementa e dinamiza o cenário é o bambu. Uma estrutura em forma de pirâmide integra o palco para possibilitar uma movimentação lúdica aos atores. A idealização do uso desse item vem do contato de Rodrigo Matheus com Marcelo Rio Branco, presidente o Sistema Integral Bambu. Esse projeto trabalha com o uso do bambu como componente que permite concepções corpóreas, psíquicas e sociais. 

O Circo Mínimo

Criada em 1988 por Rodrigo Matheus, a companhia promove a integração da linguagem teatral com os elementos do circo. Por meio da colaboração durante o processo criativo, o grupo aposta na representação do ser humano, com seus dilemas, inseguranças e peculiaridades.

O projeto que desenvolve o espetáculo “Simbad, o Navegante” faz parte de uma iniciativa do Circo Mínimo de levar quatro apresentações da peça a baixo custo em cidades próximas a São Paulo, como São Bernardo do Campo e Diadema. 

SERVIÇO:

Circo Mínimo apresenta o espetáculo “Simbad, o Navegante”
Dia 28 de fevereiro ao dia 19 de abril, sábados e domingos, às 12h;
Dia 21 de abril, terça-feira, às 12h.
Ingressos: R$ 5,00 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 8,50 (credenciado/usuário inscrito no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 17,00 (inteira).

Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 19 de fevereiro, quinta-feira, 17h30. 

Classificação indicativa: Livre.

SESC Pompeia – Rua Clélia, 93.

O SESC Pompeia não tem estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

Deixe um comentário

*