Saiba como prevenir doenças e aproveitar melhor o calor

Com dicas, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade orienta sobre prevenção de doenças típicas do verão.

Com dicas, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade orienta sobre prevenção de doenças típicas do verão.

Férias, festas e altas temperaturas marcam a chegada do verão no mês de dezembro.  A oportunidade de realizar mais atividades ao ar livre e de se expor ao sol deve ser aproveitada, e segundo a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) alguns cuidados são importantes.

Ingestão de água e sucos ao longo do dia ajuda a evitar os efeitos do calor, assim como reforçar a presença de frutas e verduras no cardápio, especialmente para as pessoas que seguem a recomendação de realizar atividade física, que ficam mais sensíveis à perda de líquidos.

Já as crianças e idosos podem desidratar mais facilmente, e devem ter esse cuidado redobrado. Aos que gostam de tomar sol e pegar um bronzeado, é necessário o uso do protetor solar, que deve ter seu FPS (fator de proteção solar) escolhido em função do tipo de pele e grau de exposição ao sol. Outras medidas de proteção também são bem-vindas, como uso de chapéus ou bonés, óculos de sol, guarda-sol, camisas, entre outros.

De acordo com o diretor da SBMFC, Rodrigo Lima, os cuidados não se restringem somente ao uso de filtros solares, mas também a hidratação e alimentação.  “Medidas simples como essas podem promover um verão saudável e divertido para os que gostam dessa estação do ano”.

Lima ainda reforça que aqueles que não dispensam petiscos de praia, devem avaliam a procedência e com as condições de preparo e conservação, para evitar um dia agradável de praia termine com um problema intestinal. “Importante registrar também que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas favorece a perda de líquidos e por isso, se não levar à desidratação, pode no mínimo proporcionar ressaca”, ressalta o médico.

 Dicas:

  • Ingerir grande quantidade de água durante todo o dia
  • Vista-se com roupas leves e de cor clara
  • Evite atividades extenuantes nos horários mais quentes do dia  (entre as 10 da manhã e às 16 horas)
  • Use filtro solar, chapéu ou boné ao sair no sol
  • Evite tomar cafeína e álcool, pois são bebidas que contribuem para desidratação.

Quem é o médico de família e comunidade (MFC)?

 A medicina de família e comunidade é uma especialidade médica, assim como a cardiologia, neurologia e ginecologia. O MFC é o especialista em cuidar das pessoas, da família e da comunidade no contexto da atenção primária à saúde. Ele acompanha as pessoas ao longo da vida, independentemente do gênero, idade ou possível doença, integrando ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde. Esse profissional atua próximo aos pacientes antes mesmo do surgimento de uma doença, realizando diagnósticos precoces e poupando-os de intervenções excessivas ou desnecessárias. 

É um clínico e comunicador habilidoso, pois utiliza abordagem centrada na pessoa e é capaz de resolver pelo menos 90% dos problemas de saúde, manejar sintomas inespecíficos e realizar ações preventivas. É um coordenador do cuidado, trabalha em equipe e em rede, advoga em prol da saúde dos seus pacientes e da comunidade. Atualmente há no Brasil mais de 3.200 médicos com título de especialista em medicina de família e comunidade.

Deixe um comentário

*