Região Sul desponta no cenário de viagens corporativas

Os desafios e os objetivos do segmento do turismo de negócios foram lembrados durante o evento.

Os desafios e os objetivos do segmento do turismo de negócios foram lembrados durante o evento.

O Sudeste não é a única região priorizada nas estratégias de negócios das TMC’s associadas à Abracorp. O Sul já desponta no cenário nacional como um excelente mercado de viagens corporativas. “Nós estamos muito satisfeitos com o desempenho já alcançado e entusiasmados com as oportunidades existentes para as agências de viagens associadas Abracorp”, afirma o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas, Edmar Bull, ao retornar do 4º Painel Catarinense de Viagens Corporativas, realizado durante programação oficial da Volvo Ocean Race, com apoio da Associação Empresarial de Itajaí, na última quinta-feira (16/4), em Itajaí/SC.

Os desafios e os objetivos do segmento do turismo de negócios foram lembrados durante o evento. O mercado, que corresponde a mais de 70% de todas as operações de embarques e desembarques, hospedagens, aluguel de veículos, refeições em restaurantes e a realização de grandes eventos no Brasil, tem crescido e a perspectiva para este ano é de mais ascensão.

“De 2013 para 2014 tivemos um crescimento de 15%. São cerca de 8,7 mil profissionais no mercado que conseguiram atingir esta cifra graças à tecnologia. Agora, é muito importante que os gestores internos de viagem entendam o nosso papel, que é para benefício deles, em tempo real, com erro praticamente zero. Nosso papel é ajudar as empresas a ter um orçamento sadio quando se refere às viagens corporativas”, garante Edmar Bull.

Na Pesquisa de Vendas Abracorp 2014, as cidades de Porto Alegre e Curitiba figuraram entre os 10 destinos mais vendidos pelas agências associadas à entidade. A capital gaúcha ocupou o sexto lugar, com 6% do mercado e a paranaense, o sétimo, com 5%. “A região Sul não só começa a se destacar no cenário nacional, como ainda tem um potencial muito grande de crescimento”, concluiu o presidente da Abracorp.

Deixe um comentário

*