Produtores de alimentos brasileiros divulgam o país na Rússia

Estima-se que 13 mil russos estiveram no Brasil em 2008. No ano passado, foram 37 mil. Boas relações econômicas e diplomáticas impulsionaram o turismo de russos.

ministro visita feira.gif

Ministro do Turismo, Henrique Alves, participa de missão empresarial.

Por Gustavo Henrique Braga – MTur/ASCOM

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, participou nesta segunda-feira (14) da World Food Moscow, principal feira de alimentos, bebidas e agronegócios da Rússia. Na ocasião, Alves se reuniu com entidades setoriais como parte de uma missão empresarial liderada pelo vice-presidente Michel Temer. O objetivo do encontro é intensificar a geração de negócios entre os países, além de fortalecer a imagem do Brasil como destino turístico. No ano passado, a feira gerou US$ 114 milhões entre negócios imediatos realizados ao longo dos doze meses seguintes.

O Brasil é atualmente o principal fornecedor de carnes para a Rússia, responsável por 43,7% do total importado pelo país em 2014, de acordo com o Global Trade Information Services (GTIS). O saldo comercial é historicamente favorável a nós. Em 2014 o Brasil exportou US$ 3,8 bilhões e importou US$ 3 bilhões, com superávit de US$ 800 milhões na balança comercial com a Rússia, conforme dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). As carnes bovina, suína e de frango representaram 63,5% do total das vendas brasileiras para o mercado russo. A gastronomia é, também, um segmento cada vez mais importante para o turismo brasileiro. Os gastos com alimentação estão entre as principais despesas dos viajantes, atrás apenas do transporte, de acordo com a última pesquisa do Ministério do Turismo.

As boas relações econômicas e a proximidade diplomática contribuíram com o aumento da vinda de russos para cá. Em menos de uma década, o número de turistas russos que desembarcaram no Brasil aumentou 200%, de acordo com dados do Ministério. Henrique Eduardo Alves  destacou, no encontro, que os dois países assinaram, em 2008, um acordo de facilitação de vistos – medida que beneficiou o trânsito de viajantes: eram 13 mil russos no Brasil, em 2008. No ano passado foram 37 mil.

“O Brasil e a Rússia, a despeito da distância geográfica, compartilham várias semelhanças: ambos têm expressivos territórios, grande população, uma economia vigorosa, uma profusão de cultura e etnias, além de pertencerem aos grandes grupamentos geopolíticos, como o G20 e o Brics. São, ainda, grandes parceiros comerciais e têm enorme potencial para explorar a cooperação em Turismo”, disse o ministro. O encontro foi organizado pelo Departamento de Promoção Comercial e Investimentos do Ministério das Relações Exteriores (DPR/MRE), em parceria com o MDIC.

Agenda

Nesta terça-feira (15), o ministro do Turismo participará do lançamento do Comitê Visit Brazil, que divulgará os destinos brasileiros para agentes de viagens russos. No mesmo dia, Alves divulgará o site, em idioma russo, de promoção do Brasil neste mercado. Na quinta-feira (17) a comitiva segue para a Polônia, onde Henrique Alves assinará memorando de entendimento para cooperação em turismo na Embaixada do Brasil em Varsóvia.

Comments are closed.