Perspirex: Anvisa aprova primeiro antiperspirante com duração de até 72 horas

 Produto é líder mundial no combate ao suor excessivo. 

Produto é líder mundial no combate ao suor excessivo.

Poucas coisas são tão constrangedoras quanto roupas manchadas, mãos pingando e o odor desagradável do suor. Infelizmente, cerca de 2% da população mundial sofre com os sintomas da chamada hiperidrose, doença caracterizada pela produção exacerbada de transpiração, que normalmente desencadeia problemas emocionais e afeta os relacionamentos sociais dessas pessoas. Por isso, o Laboratório Osler, de origem francesa com atuação no Brasil desde 2002, acaba de trazer ao País o líder mundial no combate ao suor excessivo: o Perspirex, único antiperspirante aprovado e registrado pela Anvisa. 

O produto, fabricado na Dinamarca, é líder de mercado em 27 países. Por não conter água em sua composição, sua exclusiva fórmula à base de álcool e cloreto de alumínio bloqueia a produção de suor nas glândulas sudoríparas antes mesmo de o suor alcançar a pele. A reação do produto nas glândulas forma uma espécie de tampão de gel, que é eliminado naturalmente com as células mortas da pele, fazendo com que o produto tenha uma ação prolongada. 

De acordo com testes realizados na Alemanha pelo Institute Dr. Schrader, o antiperspirante reduz o suor em 40% por até 72 horas com uma única aplicação. Entretanto, no início do tratamento é necessário aplicar Perspirex durante sete dias, à noite, com a pele bem seca e livre de lesões, até que o tampão em gel se forme. Na manhã seguinte é preciso lavar as partes onde o produto foi aplicado. Depois, ocosmético só precisa ser reaplicado a cada três ou cinco dias, variando de pessoa para pessoa, sempre à noite, que é quando as glândulas sudoríparas reduzem a produção de suor. 

Alternativa segura e eficaz

A chegada de Perspirex ao Brasil marca uma fase importante na luta contra a hiperidrose. Até então, pessoas com suor excessivo tinham apenas duas opções ao tratamento: a aplicação de toxina botulínica ou uma intervenção cirúrgica. Ambos os métodos, além de caros, são bastante invasivos. “Perspirex representa uma alternativa segura e eficaz na luta contra o suor excessivo. Estamos garantindo mais liberdade e confiança a essas pessoas que antes viam suas vidas pessoais e profissionais serem limitadas pelo suor”, afirma Paulo Castejón Guerra Vieira, diretor técnico da Osler do Brasil. 

A ação de Perspirex é muito mais eficaz que a de desodorantes e antitranspirantes comuns. Em geral, os desodorantes agem como desinfetantes, matando as bactérias e camuflando o odor com perfumes. Os antitranspirantes agem na diminuição da produção de suor. Já o antiperspirante previne a formação, eliminando o suor e o odor. Segundo a FDA, órgão norte-americano que controla alimentos e medicamentos por meio de testes e pesquisas, para ser considerado um antiperspirante, o produto precisa reduzir a produção de suor em 20%. Perspirex tem uma redução comprovada de 40%, o dobro do requisitado para sua categoria. 

O cosmético, que acaba de chegar às prateleiras, está disponível nas versões roll-on, recomendado para axilas, e loção para mãos e pés. O produto não contém contraindicação e pode ser utilizado por qualquer pessoa, inclusive por atletas e adolescentes, que comumente sofrem com o suor excessivo e seu odor. “Num País quente como o Brasil, certamente o primeiro antiperspirante aprovado pela Anvisa aparecerá como uma solução para os inconvenientes causados pelo suor”, finaliza Vieira.

SERVIÇO:

Perspirex / Osler do Brasil

Site: www.perspirex.com.br

Facebook: perspirexbrasil

Deixe um comentário

*