Parada LGBT gera movimento extra em hotéis e restaurantes de São Paulo

gif_portal_carrossel_lgbt_al_ap_gov_br.jpg

O evento é um dos que mais atrai turistas para a capital, acrescentando R$ 400 milhões à economia da cidade.

 

Por Fernanda de Lima e Pedro Fideles – MTur/ASCOM

No próximo domingo (7) será realizada a 19ª edição da Parada do orgulho LGBT de São Paulo. O evento é o segundo que mais atrai turistas para a capital paulista e tem como objetivo mobilizar a população sobre os direitos civis de lésbicas, gays, bissexuais e travestis. A presidente da Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes, Marta Dalla Chiesa, afirma que a Parada LGBT de São Paulo movimenta, em média, R$ 400 milhões na economia da capital paulista, sendo comparada apenas ao Grande Prêmio de Fórmula 1.

Os restaurantes, as saunas e os hotéis são os mais beneficiados pelo evento. Segundo o site de reservas de meios de hospedagens, Hoteis.com, a demanda aumentou 43,2% nesta semana. Viajantes dos Estados Unidos, Taiwan, Japão, Canadá, Coréia do Sul, México e Argentina lideraram a lista de nacionalidades que realizaram contato com os hotéis paulistas.

A Parada LGBT de 2012 reuniu mais de quatro milhões de pessoas, dos quais cerca de 650 mil eram turistas – e 15 mil vieram de outros países, de acordo com a última pesquisa do Observatório deTurismo de Eventos (núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris). Entre os estrangeiros, a maioria foram peruanos, norte-americanos, holandeses e argentinos. Ainda de acordo com o levantamento, o gasto médio, em três dias, foi de R$ 1.272.

Além de receber o evento, São Paulo conta com 80 locais amigáveis ao público, chamados gay friendly, sendo o quarto melhor destino gay do mundo, segundo o GayCities, um site americano que monitora os principais destinos LGBT. Entre os locais que a capital paulista oferece a este público estão bares, restaurantes, cafeterias, casas noturnas. No geral, estes estabelecimentos se localizam nas regiões da Paulista, Pinheiros e no Centro. Neste ano, o tema da parada será “Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim: respeitem-me!”. O evento terá 18 trios elétricos e personalidades.

O Ministério do Turismo tem incentivado e realizado ações para o desenvolvimento do segmento LGBT. Durante a Copa do Mundo foram distribuídos mais de 350 mil folhetos de orientação com procedimentos para o enfretamento de exploração sexual de crianças e adolescentes LGBT. No período anterior à Copa já haviam sido distribuídos mais de 300 mil peças de matérias de divulgação.

Comments are closed.