Nissan anuncia primeiros testes de condução autônoma em ruas europeias

Tecnologia da Nissan permitirá que passageiros tenham uma experiência de condução autônoma em vias públicas.

Tecnologia da Nissan permitirá que passageiros tenham uma experiência de condução autônoma em vias públicas.

Demonstrações começarão no próximo mês nas ruas de Londres: o secretário Greg Clark conversa com os técnicos da Nissan.

A Nissan vai fazer demonstrações reais de condução autônoma na Grã-Bretanha no próximo mês. Apresentando a tecnologia de nova geração no veículo elétrico mais vendido do planeta, o Nissan LEAF, as demonstrações serão organizadas nas ruas de Londres, permitindo que os veículos e seus passageiros percorram uma vasta área urbana.

Autoridades públicas, técnicos e especialistas em segurança estarão entre os passageiros que terão a oportunidade de experimentar e testar a tecnologia em um ambiente real instalada em um Nissan LEAF modificado.

Estas serão as primeiras demonstrações da tecnologia de condução autônoma da Nissan em ruas europeias, configurando mais uma etapa da implementação do conceito de Mobilidade Inteligente da Nissan. O objetivo é mudar a forma como os carros são conduzidos, propulsionados e integrados à sociedade.

Os testes acontecerão após o anúncio de que tanto o renovado Nissan Qashqai como o novo Nissan LEAF, cujo lançamento está previsto para acontecer em breve, serão equipados com tecnologia de condução autônoma para permitir que esses modelos sejam conduzidos sem motoristas em autoestradas de faixa única.

Trabalho conjunto

Esse anúncio foi feito após uma visita de Greg Clark, Secretário de Estado de Negócios, Energia e Estratégia Industrial do Reino Unido, ao Centro Técnico da Nissan Europa (NTCE), localizado em Cranfield, Bedfordshire.

O NTCE é o polo de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Nissan na Europa que está desenvolvendo tecnologias de condução autônoma e novas tecnologias avançadas associadas a combustíveis, energia e eficiência, em parceria com o Centro Técnico da Nissan e o Centro Técnico Avançado da marca, no Japão.

"O governo e a indústria estão trabalhando juntos para expandir nossa reputação global como um dos principais polos de Pesquisa & Desenvolvimento e produção automobilística. Assim como a Nissan está fazendo aqui em Cranfield, queremos ver outros centros sendo desenvolvidos, com o objetivo de fazer de nosso país um líder no desenvolvimento e testes de tecnologias automotivas, para que possamos receber tanto a nova geração de produção de automóveis como sua cadeia de fornecedores aqui no Reino Unido", comentou Greg Clark.

Durante a visita, Greg Clark pôde ver como o Centro Técnico da Nissan é o centro europeu de excelência na área de design e desenvolvimento de veículos da empresa, apoiando os modelos produzidos no Reino Unido e em todo o continente.

Inaugurado em 1991, o NTCE tem aproximadamente 1.200 funcionários. Os atuais projetos do centro incluem o desenvolvimento da integração da tecnologia conhecida como 'do veículo à rede', avanços na tecnologia de baterias para propulsão elétrica e o novo Nissan Qashqai, cujo lançamento está previsto para o ano fiscal de 2017. A novo Qashqai – que é o veículo mais vendido pela Nissan na Europa – terá versões equipadas com a funcionalidade de condução autônoma para uso em autoestradas de faixa única.

Tecnologias do futuro

Na semana passada, a Nissan anunciou que um novo LEAF chegará em breve e também será equipado com a tecnologia de condução autônoma. Greg Clark também assistiu uma demonstração da tecnologia em primeira mão nas pistas do centro técnico.

 "Foi um prazer receber o Secretário de Estado no Centro Técnico da Nissan Europa em Cranfield. Pudemos mostrar a ele que não só fazemos carros fantásticos no Reino Unido, mas também criamos tecnologias do futuro aqui também. Inovação e engenhosidade estão no coração da marca e das pessoas que trabalham na Nissan. Temos desenvolvido este espírito pioneiro por mais de meio século na Europa e por mais de 30 anos na Grã-Bretanha. Com a certeza de que futuros modelos e inovações de ponta serão desenvolvidos aqui no Reino Unido, ansiamos por um futuro que contará com importantes atividades de design, engenharia e produção no país, voltadas a clientes de todo o mundo", disse Paul Willcox, Presidente da Nissan Europa.

O executivo disse ainda que: "Em apenas algumas semanas, unidades do Nissan LEAF estarão nas ruas londrinas utilizando as nossas tecnologias de condução autônoma. A Mobilidade Inteligente da Nissan está acontecendo aqui e agora, no Reino Unido e em toda a Europa".

O ano passado marcou o 30º aniversário da Nissan no Reino Unido, onde a marca emprega mais de 8.000 pessoas em diversas regiões, como o Centro Técnico da Nissan no Reino Unido, o Estúdio de Design de Paddington, na região metropolitana de Londres, fábricas de produção em Sunderland, Tyne e Wear, além de escritórios de Vendas & Marketing em Maple Cross, em Hertfordshire. Outros 28.000 empregos são gerados pela cadeia de fornecedores da Nissan no Reino Unido, além de outros 4.000 na rede de concessionárias da Nissan espalhada pelo país, totalizando 40.000 profissionais britânicos empregados direta ou indiretamente pela Nissan.

Deixe um comentário