Mercado de serviços é considerado promissor no e-commerce

Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o faturamento do comércio online deve atingir, neste ano, a casa dos R$ 39 bilhões. 

Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o faturamento do comércio online deve atingir, neste ano, a casa dos R$ 39 bilhões.

Nos últimos anos, muito se ouve falar em e-commerce. Com a popularização da internet, difícil é encontrar alguém que ainda não tenha se rendido à praticidade oferecida pelas operações comerciais de compra e venda realizadas online. De acordo com a E-bit, só no primeiro semestre de 2014, este tipo de comércio faturou, no Brasil, R$ 16,06 bilhões, um crescimento de 26% no setor comparando-se ao mesmo período de 2013. 

Os números continuam bastante promissores. Segundo informações da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o faturamento deste ano deve atingir a casa dos R$ 39 bilhões. A título de conhecimento, em 2013 foram movimentados R$ 28,8 bilhões (Fonte: Provar em parceria com E-bit). O Sudeste concentra a maior participação neste mercado com 72,1% (São Paulo é responsável por 32,6%). Em seguida estão as regiões Sul (11,3%), Nordeste (9,3%), Centro-Oeste (5,2%) e Norte (2,1%). 

Na rede mundial de computadores, podem-se encontrar os mais diversos produtos, para todos os gostos e bolsos. Mas, um cenário em particular vem se destacando como promissor neste segmento: a prestação de serviço. Assistências técnicas, locais para festas e eventos, lavanderias, oficinas, pet shops, restaurantes, salões de beleza são alguns dos exemplos. E neste contexto também se encontra a Parafuzo, empresa especializada na prestação de serviços domiciliares de pintura a limpeza via internet. “Os números deste mercado têm se mostrado extremamente atrativos. Só para ter uma ideia, o conceito de ‘same-day delivery’ (entrega no mesmo dia, em livre tradução), que é um tipo de comércio eletrônico, domina as estatísticas nos Estados Unidos. E na Parafuzo realizamos algo similar com o serviço de diaristas, que é realizado no mesmo dia, e com o de pintura, concluído num prazo de 48h. Ou seja, a perspectiva de crescimento é muito grande”, explica o sócio-fundador da empresa, Eduardo Campos. 

Reunião das melhores cabeças

A ideia de criar a Parafuzo teve origem quando Campos percebeu que algumas amigas e mulheres de seus amigos reclamavam sobre as dificuldades em contratar mão de obra qualificada para este tipo de serviço. Não demorou muito para ele reunir as melhores cabeças do segmento de internet e desenvolver uma solução que pudesse contribuir para preencher esta lacuna de maneira simples e segura. E o melhor: disponível 24h do dia. 

A empresa teve como investimento inicial um capital de R$ 250 mil e, assim como toda startup, cresce de forma acelerada. “Nossa expansão tem se mantido na casa dos 50% e isso nos motivou a buscar mais investimentos. Estamos fechando uma nova rodada de captação de recursos com investidores locais e internacionais, que serão de grande importância para sustentar nosso crescimento operacional e possamos manter a qualidade do nosso atendimento”, informa Campos. 

Por enquanto, a Parafuzo atende apenas a Grande São Paulo e em Campinas. Em breve, chegará ao Rio de Janeiro, ainda no primeiro semestre de 2015 estenderá os seus serviços às demais capitais do Sudeste e, até o fim do próximo ano, atenderá a todo o Brasil.

SERVIÇO: 

Parafuzo

Site: www.parafuzo.com

 

Deixe um comentário

*