Índigo Blue é a cor da Suvinil para 2015

Sob a expressão Ser, os temas Singular, Versátil e Coletivo reúnem as 33 tonalidades que serão tendência em 2015.  

Cores da marca para o próximo ano transmitem a liberdade do  ser humano que se questiona continuamente sobre o que ele é e o que quer ser.

Cores da marca para o próximo ano transmitem a liberdade do  ser humano que se questiona continuamente sobre o que ele é e o que quer ser.

O azul profundo Índigo Blue é a cor do ano para a Suvinil, marca de tintas imobiliárias da BASF e líder no segmento Premium, em 2015. O tom, inspirado na busca pela liberdade de expressão e na possibilidade de infinitas combinações na decoração, faz parte do estudo anual de tendências, que, desta vez, está em sintonia com a expressão comportamental Ser. 

O indivíduo de hoje não quer apenas ser – ouvido, quer ser o protagonista da sua própria história. Ele não quer mais só falar, quer também fazer. O indivíduo de hoje se permite ser diferente, se permite mudar. 

Ao todo, a Suvinil selecionou para 2015 três temas: Singular, Versátil e Coletivo. O Índigo Blue traz a ideia de um Ser que se liberta dos costumes e culturas pré-estabelecidas para encontrar a sua própria essência. Um Ser que esbarra nos seus limites, descobre barreiras que podem ser transformadas em oportunidades, que olha para fora para encontrar seu semelhante e também se volta para dentro para ouvir a própria voz. 

“O estudo de cores 2015 é resultado do monitoramento constante do mercado e de pesquisas do comportamento do consumidor. O levantamento reflete o entendimento que a marca tem do momento social e comportamental que o mundo está vivendo, e, em especial, da realidade brasileira, já que a Suvinil é uma marca que nasceu no Brasil há mais de 50 anos.”, afirma Andreas Gietl, vice-presidente de Tintas Imobiliárias da BASF para América do Sul. 

“A tinta deixou de ser apenas um item da reforma da casa e se transformou num objeto de decoração. Pintar a casa cada vez mais é uma ação desejada para o consumidor que busca renovar o seu momento de vida. Como líder do segmento premium, a Suvinil acompanha e entende este consumidor dinâmico. É por isso que Suvinil investe na inovação de produtos e em ferramentas que facilitam o processo de pintura e também a escolha de cores, como os aplicativos para mídias digitais e as próprias cores Tendências”, diz Nara Boari, gerente de Marca e Inovação da Suvinil.  

As cores de 2015 

A proposta da paleta Singular é o Ser naturalmente único. Entre os excessos de informação, velocidade  e conexões, o ser humano busca sua essência e a de suas relações. “Quem sou eu, qual é o meu desejo e com quem quero me relacionar são perguntas que promovem desaceleração em busca de uma reconexão com o seu eu mais íntimo, com a busca pelo singular, pela integridade e pelo atemporal”, diz Ana Kreutzer, consultora de cores da Suvinil. 

O primeiro ato dessa (des)construção acontece dentro dos ambientes, onde menos vira mais e a quantidade é substituída pela qualidade. O design simples e minimalista surge como a melhor inspiração. Móveis e objetos transcendem a moda, contam histórias, trazem e geram memórias. As cores entram para dar o tom, trazendo junto com elas o aconchego, a naturalidade, o equilíbrio emocional. 

No Singular, as cores tranquilas, suaves e equilibradas refletem o Ser que valoriza a beleza natural. Tonalidades de pele, como as nuances Rosa Secretoe Oca, proporcionam sensação tátil e acolhedora. Azuis e verdes claros, em versões ligeiramente “empoeiradas”, quando combinadas com o verdeBabosa e outros neutros terrosos, como Tijolo e Crocante, trazem toques de nostalgia à paleta. 

Já a paleta Versátil representa as mais criativas e ousadas expressões do Ser. “A percepção humana é ampliada quando as possibilidades, que já eram muitas, se tornam infinitas; quando os mundos digital e físico se confundem; e quando os aparelhos eletrônicos aumentam a realidade”, destaca Ana. 

Rompendo barreiras

Conexões e canais se multiplicam para transmitir as mais criativas e ousadas expressões do Ser. A era dos selfies gera ambientes que se comunicam, exibem e chamam a atenção. O espaço mostra atitude, com coragem de romper barreiras e conceitos que ficaram no tempo. 

As cores da paleta Versátil são dinâmicas, facilmente adaptáveis e que mudam conforme o entorno. Os tons neutros e opostos de Festival de Teatro e Chocolate Branco neutralizam o espaço para que móveis e objetos multicoloridos decorem o ambiente. O espírito criativo dos vermelhos e violetas encontram confiança no democrático Índigo Blue, o azul profundo que aproxima e acolhe. 

Já no tema Coletivo, o Ser cria o mundo onde deseja viver e se questiona sobre de que forma ele altera o seu ambiente. A empatia se torna a palavra-chave e pensar no coletivo é se colocar no lugar do outro. Um novo olhar que amplia a consciência e traz poder de realização. 

O do it yourself (DIY) – faça você mesmo – é uma tendência entre os consumidores. O que não existe, precisa ser criado. Ideias e projetos saem finalmente do papel por meio de materiais cotidianos, reinventados e reutilizados. 

As cores do Coletivo absorvem a cidade e são refletidas nos ambientes. O cinza do concreto recebe o calor das relações humanas e pouco a pouco é substituído por nuances mais terrosas, como a cor Tijolo. Tons de madeira crua e misturas de materiais cotidianos são reciclados na construção dos objetos. Pitadas de diversos verdes revelam desejos de aproximação da cidade com a natureza.  Uma cor coringa aparece com sinais de novas atitudes; é o Jeans Lavado, um azul acinzentado que é básico como o jeans e combina com tudo.  É o novo neutro, só que desta vez com atitude.  

O projeto teve a parceria das seguintes empresas: A Lot of, Artesian, Benedixt, Bento, Bododó, Bottehe, Cotton, Project, Desmobília, Estúdio Manus, Galpão João Pozolli, In Casa, Japonique, Kimi Nii, Legado Arte, Legado Arte, Loja Teo, Marcel Gautherot – Pequena Galeria 18, Passado Composto Século XX, Pretórian, Século Tapetes, Teresa Berlinck, Tidelli, Tom Dixon, Thomaz Saazedra – Escritório de Arte, Três Nove Um Vintage e Zucchi.

Deixe um comentário

*