Idosos podem se livrar de dores na coluna

Incômodo acontece em decorrência de microfraturas por conta da osteoporose.

Incômodo acontece em decorrência de microfraturas por conta da osteoporose.

Muitas vezes, os idosos sofrem com dores na coluna em decorrência de microfraturas da coluna vertebral por conta de osteoporose. “Essas fraturas promovem o achatamento vertebral, causando a deformidade da coluna do idoso e dores crônicas”, explica Dr. Marcelo Perocco, neurocirurgião e especialista em coluna do Instituto Brasileiro Integrado de Neurociências (iBrain).

Uma forma de acabar com o problema é realizar procedimentos percutâneos guiados por fluoroscopia (PCs), que fazem parte do grupo de cirurgias minimamente invasivas. Esse tipo de tratamento é indicado para aqueles pacientes (5 a 10%) que não tiveram a cura com o tratamento conservador bem efetuado. “Os procedimentos percutâneos são realizados com o auxílio de aparelhos que emitem raios-X (fluoroscopia), que nos permite acompanhar em tempo real o trajeto dos instrumentos cirúrgicos”, afirma o especialista.

Os PCs têm como principal benefício o fato de serem realizados com anestesia local (sedação controlada) e através de punção ou pequena incisão na pele. “Os PCs são minimamente agressivos, realizados em regime ambulatorial, apresentam baixa taxa de complicações se comparados às cirurgias convencionais e permitem rápida recuperação e retorno às atividades”, ressalta Dr. Perocco.

Muitos pacientes nessa fase da vida sofrem com dores lombares. “Chega a 60% o número de pessoas que são afetadas, porém poucos se beneficiam desse tratamento pela falta de informação”, alerta o médico.

Comments are closed.