Globo e SPORTV apresentam campanha com conquistas na Olimpíada

Anúncios serão publicados em diversos veículos, no Brasil e no exterior. Ação começou no dia 19 de setembro, em anúncio de página inteira no jornal The New York Times. 

Michael Phelps deve destinar parte do cachê para uma ONG no Brasil.

Michael Phelps deve destinar parte do cachê para uma ONG no Brasil.

O nadador norte-americano Michael Phelps, maior medalhista de todos os tempos nos Jogos Olímpicos, foi escolhido para apresentar os resultados da cobertura realizada por duas marcas do Grupo Globo durante os Jogos Olímpicos. O campeão é estrela de um anúncio que será veiculado na imprensa internacional e traz as ações realizadas e os números alcançados durante a transmissão do evento na Globo, que conquistou a liderança na TV aberta em 100% dos momentos dedicados à exibição de conteúdos relacionados aos jogos, e nos canais de TV por assinatura SporTV, os mais assistidos no prime time da TV paga brasileira. Além de estampar a versão internacional da campanha, Michael Phelps destinará parte do cachê da campanha a uma ONG brasileira que está sendo escolhida. 

No Brasil, o atleta Thiago Braz, recordista olímpico e medalha de ouro no salto com vara, é quem estará nos anúncios que serão veiculados em diversas publicações impressas e digitais. Nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Thiago ultrapassou, pela primeira vez em sua carreira, a marca dos seis metros em um salto, registrando um novo recorde mundial. 

A campanha, que encerra um ciclo iniciado pela Globo e pelo Sportv, em 2009 – quando o Rio de Janeiro foi anunciado como sede dos Jogos Olímpicos – começou a ser veiculada dia 19 de setembro, com a publicação de um anúncio de página inteira no jornal The New York Times. Com o título “A Olimpíada tem a ver com inspiração. Você precisa se preparar, dar o seu melhor e ultrapassar seus limites”, na versão internacional, e “Os Jogos Olímpicos nos inspiram a dar o nosso melhor. Não para superar os adversários, mas para superar a nós mesmos”, no anúncio nacional, o trabalho revela que, assim como os atletas se dedicaram, treinaram e se esforçaram para a competição, os canais se prepararam para fazer a melhor e maior cobertura de suas histórias, ultrapassando todos os limites e conquistando a liderança de audiência durante a exibição dos conteúdos relativos aos Jogos. 

Para Carlos Henrique Schroder, diretor geral da Globo, a inspiração e superação, que pautam a vida tanto de quem participa quanto de quem acompanha uma Olimpíada, marcaram as transmissões da Globo. “O sucesso dos Jogos na Globo é resultado do trabalho de milhares de pessoas, profissionais que se engajaram e se dedicaram durante muitos anos para fazer desta uma cobertura histórica, a maior já realizada pela empresa. E o balanço, um crescimento de mais de 19% em nossa audiência diária, com um alcance de 173 milhões de pessoas, nos mostra que os brasileiros estiveram torcendo, se emocionando e acompanhando todos dos detalhes do evento junto conosco, em todas as plataformas. Retomamos neste momento a mesma mensagem com que começamos essa caminhada: ‘Somos Todos Olímpicos’. E capazes de perceber que nossos desafios diários nos preparam para seguir em frente, para realizar ainda mais e ser cada vez mais relevantes”, define o executivo. 

Alberto Pecegueiro, diretor geral da Globosat, maior programadora de TV por assinatura do Brasil e responsável pelos canais SporTV, diz que “a Rio 2016 foi sem dúvida um marco na nossa história na cobertura de uma Olimpíada e foi conquistada por todos os colaboradores reunidos em torno da Globosat, que fizeram um ótimo trabalho. Adicionalmente, a transmissão de 16 canais de TV mais os 56 canais na Internet representaram um desafio tecnológico e de engenharia sem precedentes, que foi superado graças a um trabalho de planejamento e parceria com diversas empresas. Destaco o apoio que tivemos das operadoras de TV por assinatura e dos patrocinadores”, afirma Pecegueiro.

No anúncio, ainda são apresentadas as etapas do trabalho realizado por Globo e SporTV, dividido em três fases distintas: o planejamento, a realização e os resultados obtidos. 

Planejamento de sete anos 

O atleta brasileiro Thiago Braz, recordista olímpico e medalha de ouro no salto com vara, estampará a campanha veiculada  no Brasil.

Thiago Braz estampará a campanha veiculada  no Brasil.

A primeira parte do texto, batizada de ‘O Desafio’, informa que o Grupo Globo se preparou durante sete anos para este evento e mobilizou mais de dois mil profissionais, além de contar com um seleto grupo de atletas que atuaram como comentaristas durante os Jogos, chamado de “Golden Team”. Já em ‘A Preparação’, é apresentada a importância do estúdio conjunto da Globo e canais SporTV dentro do Parque Olímpico - uma edificação de 500 metros quadrados – e da redação de 800 metros quadrados, nos quais foi produzida a mais ampla cobertura de um evento esportivo na história da televisão brasileira. 

Fechando o anúncio, o subtítulo ‘Os Recordes’ revela que a Globo alcançou 173 milhões de pessoas e foi líder em audiência durante toda a cobertura, e que os canais de TV por assinatura SporTV conseguiram cobrir 100% dos jogos. Para conseguir cumprir este desafio, o SporTV foi desdobrado em 16 canais simultâneos que foram distribuídos pelas operadoras de TV por assinatura em alta definição, além de transmitir mais 56 canais na Internet. 

O anúncio destaca ainda o programa “É Campeão”, exibido pelo SporTV que reuniu alguns dos maiores atletas olímpicos de edições passadas como o americano Carl Lewis (10 medalhas de Jogos Olímpicos em Atletismo, sendo nove de ouro), a romena radicada norte-americana Nadia Comaneci (nove medalhas olímpicas em Ginástica Artística, sendo cinco de ouro), o cubano Javier Sotomayor (ouro em Barcelona 1992 em Salto em altura) e o norte-americano Mark Spitz (segundo maior recordista em uma Olimpíada e ganhador de 11 medalhas olímpicas como nadador, sendo nove de ouro). 

O material informa, também, que durante o horário nobre os canais SporTV e SporTV 2 foram os canais de TV por assinatura mais assistidos e que a audiência dos eventos ao vivo foi 137% maior que na edição anterior dos Jogos Olímpicos (Londres 2012). 

45,6 milhões de page views em um dia 

Para levar toda emoção dos Jogos Olímpico Rio 2016 para os brasileiros, a Globo lançou um segundo canal exclusivo e complementar, acompanhado por cerca de 6.5 milhões de pessoas. Batizado de ‘Play nos Jogos’, esteve disponível durante toda competição na plataforma de vídeo sob demanda (VOD) da Globo (GloboPlay) e também no portal de esportes do canal, o GloboEsporte.com.  No Globo Play, foram cerca de 9 milhões de usuários registrados, com um total de 28.2 milhões de visualizações de vídeos, um crescimento de 460%. Já o GloboEsporte.com registrou um recorde, com cerca de 45.6 milhões de page views em um único dia. 

Além disso, para a cobertura do evento, também foi criado um app do SporTV especialmente para a ocasião –o SporTV Rio 2016 – que teve mais de um milhão de downloads. 

Como mensagem final, o anúncio reforça a ideia de que todos os envolvidos – canais, atletas e torcedores - fizeram história durante os Jogos, mas que o mundo se move e que ainda há muito o que alcançar e que os bons resultados servem, na verdade, como motivação para seguir em frente, enfrentar os muitos desafios que ainda estão por vir. Afinal, assim como os atletas, a empresa entende que, para oferecer o melhor a cada 4 anos, é preciso, antes, oferecer o seu melhor a cada dia, todos os dias. 

O anúncio é assinado pelas marcas Globo, maior produtora de conteúdo da América Latina e maior emissora de TV aberta do Brasil, ganhadora de 14 prêmios Emmy International, e SporTV, maior rede de canais esportivos de TV por assinatura do Brasil.

Deixe um comentário