Festival Folclórico de Parintins com foco internacional

Paralelo ao Festival Folclórico de Parintins, representante da Embratur se reúne com Amazonastur e apresenta oportunidades de promoção segmentada do Instituto.

Além de assistirem ao Festival, os turistas aproveitam para visitar outros atrativos da cidade.

A promoção e apoio à comercialização de destinos do Brasil no mercado internacional, baseadas em estratégias de promoção segmentada, podem ampliar de forma significativa o número de visitantes para o País. A afirmação é de Humberto Pires, técnico da Coordenação-Geral de Segmentos Turísticos do Instituto. Ele participou de visita técnica e acompanhou famtour e press triprealizados no estado do Amazonas, no último fim de semana, de 29 de junho a 1º de julho, quando aconteceu o 53º Festival Folclórico de Parintins.

Operadores e jornalistas de São Paulo e Rio de Janeiro, entre outros presentes na ação, visitaram pontos turísticos da capital, Manaus e na cidade de Parintins (AM). Eles também conheceram e assistiram ao espetáculo do Festival Folclórico de Parintins, manifestação cultural que conta as histórias dos bois Caprichoso e Garantido. Só no ano passado, a celebração, que ocorre ao ar livre em plena Floresta Amazônica, mais precisamente no Bumbódromo, injetou R$ 50 milhões na economia local e gerou pelo menos cinco mil empregos diretos e indiretos na cidade. Segundo relato dos operadores, responsáveis também pelo receptivo internacional, há demanda de estrangeiros por manifestações culturais brasileiras, bem como pela diversificação de destinos.

O representante da Embratur se reuniu com equipe da Amazonastur – Empresa Estadual de Turismo do Amazonas, que tem o propósito de fomentar a atividade turística do estado e projetar ainda mais a região como destino turístico no Brasil e exterior. Humberto Pires apresentou o trabalho de promoção segmentada do Instituto, com foco no Ecoturismo e Turismo de Aventura, eixo estruturante da oferta turística do estado do Amazonas, e por ser este um dos segmentos que mais atrai turistas estrangeiros para o País.

“Além de assistirem ao Festival, os turistas aproveitam para visitar outros atrativos da cidade, como os currais dos bois Caprichoso e Garantido, orla do Rio Amazonas, passeio de triciclo pela cidade, Bumbódromo entre outros, sendo o festival uma opção para a sazonalidade de fluxo internacional de lazer no Brasil, informou o representante da Embratur”.

Da observação de aves típicas da região à hospedagem em hotéis de selva, o estado recebeu em 2017 quase 34 mil turistas estrangeiros, contabilizados aqui exclusivamente aqueles que entraram no Brasil pelo estado, conforme dados mais recentes do Ministério do Turismo.

Deixe um comentário