Entenda as principais diferenças entre as escovas dentais

Elétrica, sônica, manual: aprenda a escolher a melhor opção para sua necessidade e perfil.

De bebês a idosos, os cuidados com a higiene bucal ocorrem desde o nascimento do primeiro dente. A função desse hábito vai muito além de deixar apenas a boca limpa: é graças a ele que a beleza de um sorriso e um hálito saudável são conquistados, impactando inclusive na autoestima.

No entanto, para continuar com a saúde bucal em dia, prevenindo problemas como cáries, canais, gengivites, tártaros e até bruxismo – hábito de ranger os dentes que pode provocar o desgaste do esmalte dentário – é preciso entender as diferenças do principal agente nessa função: a escova de dente.

Atualmente, há três tipos de escovas no mercado: a manual, a elétrica e a sônica. Para entender mais sobre esse universo e em qual produto deve se concentrar o seu investimento, Greice Brito, dentista oficial da edel+white, lista as principais diferenças entre os três modelos:

1. MALEABILIDADE

Manual
A maleabilidade das escovas manuais depende do modelo escolhido pelo cliente. Existem diversas tecnologias desenvolvidas por diferentes marcas para que os cabos das escovas ofereça um diferencial na escovação. Entretanto, a higienização tradicional faz com que seja necessária força, agilidade e manobras constantes. “É uma opção menos eficiente na higiene de locais mais estreitos e, por exigir total dedicação da pessoa para realizar a limpeza, a força acaba sendo empregada de forma excessiva, prejudicando a gengiva e o esmalte dos dentes”, afirma Greice Brito.

Elétrica
Desenvolvida com o intuito de ajudar crianças, idosos e pessoas que possuem dificuldade motora na hora da escovação, as escovas elétricas também trazem independência ao seu usuário, realizando os movimentos necessários para a limpeza bucal. “Porém, é preciso que seja indicada por um profissional da área, pois o seu mau uso pode acabar causando sensibilidade e complicações bucais”, alerta a especialista da edel+white.

Sônica
É o modelo mais moderno no mercado das escovas. Considerada um aperfeiçoamento das escovas elétricas, as sônicas funcionam sozinhas, fazendo com que seus usuários não precisem usar da força ou da pressão das mãos na hora da escovação. Além de motivar seus usuários pela diminuição do tempo de higienização, a ação ajuda a eliminar as placas bacterianas sem um contato intenso com a superfície dos dentes. Ou seja, são mais seguras e eficientes.

2. LIMPEZA

Manual
A escova manual é a primeira de qualquer iniciante, porém, existem aqueles que, mesmo com o tempo de prática, não sabem o modo correto de escovar os dentes ou que acabam deixando um espaço ou outro sem limpeza. “Isso acaba fazendo com que a ferramenta não seja plenamente eficaz, já que há lugares que ela não alcança com efetividade e que podem resultar na proliferação de bactérias, mau hálito e problemas bucais”, conta. De toda forma, se essa é a sua opção, é sempre preferível escolher escovas com cerdas ultramacias.

Elétricas
Apesar de realizar a escovação sozinha, as escovas elétricas foram desenvolvidas para simular os movimentos realizados pelos usuários manualmente, ou seja, não há uma maior profundidade e alcance da limpeza feita pelas escovas manuais. “A diferença se dá apenas pelo fato do aparelho ser movido por bateria e auxiliar a mobilidade”, diz. Outra questão é o fato de que as cerdas são em pouca quantidade e mais duras, ajudando a arranhar o esmalte dos dentes e a machucar as gengivas.

Sônica
A tecnologia das escovas sônicas trabalha por meio de fluxos pulsantes de fluído que conseguem alcançar com facilidade até os espaços mais estreitos entre os dentes, eliminando as sujeiras e resíduos que acabam deixando os dentes amarelados. “Essa vibração, além de ajudar na higienização profunda, faz com que melhore a circulação de sangue nas gengivas que são massageadas pelos movimentos evitando problemas como a gengivite”, descreve Greice.

3. CUSTO-BENEFÍCIO

Manual
Para manter a limpeza bucal correta, a escova deve ser trocada a cada três meses ou após algum caso de infecção, já que, com o desgaste das cerdas, as bactérias que passam dos dentes para a escova se multiplicam e fazem com que a sua ação perca potência. São produtos mais acessíveis que as outras opções, porém, o custo será trimestral e, por ser um material não reciclável, o seu descarte será completo.

Sônica e Elétrica

Por utilizar de uma tecnologia diferente, as duas opções do aparelho exigem um investimento maior que as escovas manuais. Mas, igualmente a elas suas cerdas devem ser trocadas trimestralmente. Entretanto, a troca ocorre apenas da cabeça do produto que, é onde se localiza as cerdas e, é removível. A venda desse instrumento ocorre separada do restante da escova, o que faz com que os preços diminuam se comparado ao valor da compra inicial.

Serviço:
Escova de Dente Sonic Generation® Winner 8 – Preço sugerido: R$399,00

Sonic Generation® é uma escova de dente hidroativa recarregável com tecnologia sônica para uma limpeza 100% completa dos dentes. As correntes da tecnologia sônica criam fluxos pulsantes de fluídos que penetram facilmente mesmo nos espaços mais estreitos entre os dentes. O poder de limpeza hidrodinâmico vai muito além do alcance das cerdas: até 42 mil movimentos sônicos por minuto aceleram a escovação diária e intensifica a eficiência na escovação.

#SonicGenerationWinner8 #SonicGeneration #gengivas #higienebucal #edelwhite

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*