Embratur e Codesul montam estratégia para promover a Região Sul na América Latina

Secretários e membros do trade do sul do País conheceram estrutura e dados estratégicos do Instituto.
Presidente Vinícius Lummertz e participantes da reunião.

Presidente Vinícius Lummertz e participantes da reunião: encontro em Florianópolis tratou da situação turística da região.

Parcerias criativas entre governo e trade vão nortear o novo modelo de promoção da Região Sul do País no mercado internacional. A estratégia começou a ser traçada nesta segunda-feira (20) entre a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e o Grupo de Trabalho de Turismo do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul).

Durante o encontro, que aconteceu em Florianópolis (SC), para tratar da situação turística da região e a comercialização no Mercosul (Mercado Comum do Sul), ficou claro que a promoção no bloco é estratégica devido à proximidade geográfica, mas que é preciso extrapolar o Cone Sul e reativar a agenda da América Latina. 

O presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, colocou o Instituto à disposição do trade para retomar essa pauta e fortalecer o produto turístico brasileiro nos países sulamericanos. Ele lembrou que a autarquia está passando por uma reestruturação e que, nesse novo modelo de gestão, o grande diferencial será a proximidade com o trade.

“Precisamos de vitórias simbólicas no turismo, mas não podemos ficar dependentes só do recurso público para isso. Temos que ter também a participação do privado. A economia do turismo hoje é muito diferente do que a Embratur encontrou na sua concepção. Nós temos que fazer essa evolução institucional e meu compromisso central está nessa mudança macroestratégica. A Embratur quer ter o papel não só de promover o País, mas também de captar investimentos. Temos que colocar no nosso cardápio a segurança para o investidor estrangeiro. Somos obrigados a parar para pensar em PPPs e concessões. É urgente que façamos isso. A solução para o Brasil passa por isso”, explicou Lummertz. 

Já fortalecendo essa proximidade entre Embratur e trade, o coordenador de mercados da Embratur, Bruno Reis, apresentou aos membros do Codesul informações estratégicas de inteligência de mercado compiladas graças ao trabalho dos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs) em 21 países.

Proatividade

Rogerio Siqueira, presidente do parque temático Beto Carrero, agradeceu as informações passadas e disse que espera poder contar cada vez mais com o Instituto. “Essas informações nos mostram que a união e a integração das nossas ações é que vão fazer a diferença na visão empresarial. Hoje somos comprados em alguns países, e se tivermos a proatividade de nos vender de forma integrada em países que têm crescido de forma importante no turismo aqui no Sul vamos conseguir mostrar a importância política do nosso setor”, disse ele que, como forma de agradecimento, entregou uma réplica do prêmio de Melhor Parque Temático da América do Sul, recebido essa semana, ao presidente da Embratur.

Rubens Régis, diretor comercial do Costão do Santinho, parabenizou a nova gestão e concordou que a união entre setor público e privado é o futuro para o Turismo brasileiro. “O grande caminho é esse e o ideal seria conseguir realizar ações promocionais juntos agora já promovendo o verão. Temos uma oportunidade de ouro para promover o Brasil na Argentina, por exemplo, e recuperar esse turista. O câmbio está favorável. Seria muito bom estar nesse mercado com maior presença agora já promovendo o verão. Além disso, meu mercado uruguaio dobrou esse ano, por exemplo, e o peruano também. Mas precisamos garantir que eles voltem e aumentem no próximo verão”, destacou ele.

O grupo definiu que irá listar algumas ações pontuais de curto prazo para serem priorizadas pela Embratur e o Ministério do Turismo nas articulações com o setor privado como a iluminação da Rodovia BR 101 Sul, novos voos intrarregionais e promoção junto a operadoras de turismo.

A reunião contou a presença do secretário de Turismo de Santa Catarina, Filipe Melo e do presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimennes, que entregou ao presidente da Embratur os selos comemorativos do Centenário do Turismo no Paraná. 

Comments are closed.