Dicas de revisão dos sistemas de suspensão e frenagem antes de viajar

Itens de segurança devem estar em boas condições para garantir viagem em segurança.

Com a aproximação das férias de verão, os motoristas não podem se descuidar da revisão do veículo para garantir uma viagem segura em uma época que as rodovias do país contam com movimento intenso.

Para chegar em segurança ao destino desejado, além de respeitar as regras de trânsito e conduzir com prudência, Jair Silva, gerente de qualidade e serviços da Nakata, também recomenda fazer uma revisão no veículo em uma oficina de confiança para verificar itens de segurança, como sistemas de suspensão, direção e freio. Desta forma, segundo Silva, o motorista evita paradas inesperadas na estrada, além do mais importante: não colocar em risco a segurança por falta de manutenção. “Antes de pegar a estrada, é bom verificar alguns componentes do veículo, entre eles, o sistema de suspensão, direção e o de freios para oferecer segurança, conforto e tranquilidade dos ocupantes”, afirma gerente de qualidade e serviços da Nakata.

O que checar no sistema de suspensão na hora da revisão - A recomendação é avaliar todas as peças do conjunto de suspensão e direção já que há risco de perda de estabilidade e dirigibilidade do veículo, o que pode colocar em risco a segurança de motorista e passageiros. Entre os sinais que podem indicar comprometimento de itens dos sistemas, Silva destaca: ruídos ou impactos acentuados ao passar por buracos, lombadas ou valetas; vazamentos de óleo e desgaste irregular dos pneus.

Por isso, além do estado dos amortecedores, outros componentes da suspensão também devem ser analisados na hora de fazer a manutenção. “Buchas, coxins e batentes comprometidos, molas e rolamentos de rodas desgastados, prejudicam o bom desempenho da suspensão. Já amortecedores danificados podem danificar outras peças prematuramente”, explica.

Sinais que indicam desgaste no freio - No caso do sistema de freio, também é essencial fazer avaliação de todos os itens. Silva conta quais são os sinais de desgaste que podem ser percebidos pelo motorista. “Se ao acionar o pedal ocorrer ruídos é sinal que algo não está bem. Já se o pedal estiver baixo, quase tocando no assoalho, o problema pode estar ligado a vazamentos no circuito hidráulico, já vibrações ao acionar o pedal indicam discos, tambores ou cubos empenados”, comenta Silva, lembrando também de verificar o fluido de freio e pinças de freio.

Caso haja necessidade de substituir peças no sistema de suspensão ou de freios, é recomendável optar por produtos de qualidade e de marcas tradicionais do mercado.

#Nakata #suspensao #frenagem #JairSilva

Deixe um comentário