Cruzeiros gourmets investem em chefs para atrair viajante

 Mais de meio milhão de passageiros devem embarcar em navios que prometem experiências como jantares especiais, além de spas e outros requintes. São 239 opções de roteiros e pelo menos 10 transatlânticos pelo país. 

Mais de meio milhão de passageiros devem embarcar em navios que prometem experiências como jantares especiais, além de spas e outros requintes. São 239 opções de roteiros e pelo menos 10 transatlânticos pelo país.

Viajar de navio é uma atividade turística sofisticada e com preço convidativo, segundo boa parte dos passageiros. Por conta disso, os cruzeiros marítimos já têm um público cativo, que programa as férias em grandes navios que aportam pela costa brasileira. Além de piscinas, bares, cassinos, salão de beleza e outras facilidades, os passageiros terão agora requintes como jantar com a presença de chefs como o alemão radicado no Brasil Heiko Grabolle e o brasileiro Dalton Rangel, além de centros de relaxamento e spas.

A temporada começa esta semana, com a confirmação pelo menos 10 navios das companhias Costa, MSC, Royal Caribbean e Pullmantur. Parte dos cruzeiros é temática, como é o caso do navio que promove o show do cantor Roberto Carlos; outros têm programação específica para a terceira idade e cruzeiros com programação gourmet. Há ainda os que investem em agendas para as festas de Natal, Réveillon e Carnaval. Na temporada 2014/2015 o número de roteiros cresceu 4% e os viajantes poderão escolher entre 239 opções de viagens pela costa brasileira, além de passeios que incluem paradas no Uruguai e Argentina.

Custo benefício

Os preços dos pacotes variam de acordo com o número de dias e roteiros escolhidos, com diferenças para cabines internas ou externas, e que variam entre R$ 1.500 a R$ 5.500 para duas pessoas em um período entre 5 a 9 noites, e que geralmente podem ser parcelados em até 10 vezes. O custo benefício muitas vezes compensa se o turista considerar que o pacote do passeio incluiu translado, hospedagem, algum tipo de diversão e ainda a pensão completa (alimentação com café, lanche, almoço e jantar).

A educadora e empresária Maria Rejane Silva Ames, de 58 anos, programa a sua terceira viagem de navio para fevereiro. Para ela, o que mais atrai é a comodidade de ter tudo incluído em um só pacote serviços como translado, alimentação, diversão e hospedagem. “Minha primeira viagem foi de Santos à Fernando de Noronha, feita em companhia de algumas amigas. Depois fiz outro cruzeiro para assistir ao show do Roberto Carlos e o próximo vou levar minha família para um roteiro que começa em Santos e passa por Rio e Salvador”, conta.

Expectativa de 640 mil cruzeiristas

De acordo com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos – CLIA Abremar Brasil – a expectativa é de que 640 mil pessoas aproveitem os roteiros disponíveis na temporada. A expectativa é  que a contabilizada em 2013, quando 596.532 passageiros viajaram a bordo de 11 navios que circularam pela costa brasileira.A Abremar realizou uma pesquisa em parceria com a Fundação Getúlio Vargas para mapear o perfil e os impactos econômicos dos cruzeiros marítimos no Brasil. Pelo menos 54,3% dos passageiros são mulheres, sendo que o maior percentual (24,5%) está na faixa dos 45 a 54 anos. Eles também têm nível superior ou pós-graduação (67,9%), e a maior faixa de cruzeiristas (33,7%) viaja acompanhada e tem renda entre R$ 5 mil a R$ 10 mil.

Na análise econômica dos dados, segundo o estudo da temporada passada, a movimentação financeira direta e indireta dos cruzeiros de navios chegou a R$ 1,15 bilhão, sendo que deste total, 60% corresponde aos gastos dos responsáveis pelos cruzeiros e o restante, de turistas e tripulantes. O setor de cruzeiros marítimos também gerou 15.465 postos de trabalho.Os navios que estão circulando pela costa brasileira são: Costa Favolosa, Costa Pacifica; MSC Lirica, MSC Magnifica, MSC Poesia, MSC Preziosa; Pullmantur Empress, Pullmantur Sovereign, Pullmantur Zenith; Splendour of the Seas (Royal Caribbean).

Deixe um comentário

*